A Faraday Future queria muito fazer a sua fábrica bilionária no estado de Nevada, nos Estados Unidos. No entanto, um pequeno problema no caminho acabou fazendo com que o projeto fosse cancelado – mas, se depender de um grupo de arquitetos da MAD, o sonho não acabou.

O time escolheu uma locação que a Faraday Future havia indicado para uma potencial segunda estrutura, em uma antiga base naval em Mare Island, na California, para criar uma versão digital do que poderia ser o novo quartel general da montadora chinesa.

O projeto da MAD é baseado em uma construção com zero emissão, na qual ficariam os setores de pesquisa e desenvolvimento, manufatura e cuidados com o rio e demais ambientes no entorno da sede.

O time de arquitetos explicou que a intenção do conceito é de “desfamiliarizar colaboradores e clientes potenciais do status quo do mercado automotivo contemporâneo”, e pretende fazer isso através do uso de estruturas com um desenho bastante arrojado – inspirado também pelos carros da marca.

Além de planta da Faraday Future, a locação também seria aberta ao público e poderia ser usada para ensinar e educar as pessoas sobre o processo de produção dos carros elétricos. “O desenho permite que clientes acompanhem enquanto seus carros são transportados do armazém, através de um trilho suspenso, até o hall de exibição, bem na sua frente”, explica o grupo.

Com a montadora lutando para fazer seu projeto sair definitivamente do papel, apesar das adversidades, sonhar ainda é possível para a Faraday Future.