Mais más notícias para a Faraday Future: a empresa, que disse que o bloqueio de ativos de seu financiador Jia Yueting não iria afetar suas operações, está interrompendo o projeto da fábrica de US$ 1 bilhão que iria ser construída na região norte de Las Vegas, nos Estados Unidos. O motivo? Sim, os problemas financeiros do ex-CEO da LeEco.

A planta estava sendo construída para fabricação do FF 91, o carro elétrico que a empresa chinesa tem como objetivo transformar no principal concorrente do Tesla Model S e que, inclusive, já foi posto à prova recentemente. No entanto, parece que os planos vão ter que esperar um pouco.

“Decidimos interromper a construção de nossa fábrica no campo Apex, no norte de Las Vegas. Continuamos comprometidos no longo prazo com a localização para a produção de veículos”, explicou a Faraday Future em um comunicado.

A empresa diz que a interrupção aconteceu para que ela possa focar em uma nova estrutura que vai permitir uma antecipação na produção. Essa mudança acontece pouco depois que Jia Yueting teve US$ 182 milhões em ativos congelados pelo governo chinês em função de pagamentos atrasados à credores da LeEco, empresa que o executivo fundou e era CEO há até pouquíssimo tempo.