The Witcher: 2ª temporada tem Geralt emotivo e novas histórias (Crítica)

Imagem de: The Witcher: 2ª temporada tem Geralt emotivo e novas histórias (Crítica)
Imagem: Reprodução / Netflix

Após quase dois anos de espera, os fãs de The Witcher podem comemorar, pois a 2ª temporada da série acaba de estrear na Netflix. A produção acompanha a trajetória do bruxo Geralt de Rívia (Henry Cavill), que tem seu caminho cruzado com o da princesa Cirilla (Freya Allan) e o da feiticeira Yennefer (Anya Chalotra). A primeira temporada foi um grande sucesso, atingindo várias vezes o Top 10 da plataforma de streaming.

A primeira temporada terminou com dois grandes acontecimentos: o tão esperado encontro entre Geralt e Cirilla e o sacrifício de Yennefer durante a Batalha de Sodden. A segunda temporada não só explica muito bem essas pontas soltas como também traz novos desafios e novos personagens para integrar esse universo de The Witcher. Tudo isso ao longo de 8 episódios de cerca de uma hora cada.

Cirilla e Geralt em The WitcherCirilla e Geralt em The WitcherFonte:  Reprodução / Netflix 

Personagens principais de The Witcher

Vamos começar falando dos personagens mais importantes da série e que deixaram algumas pontas para trás.

Geralt de Rívia

O Lobo Branco está um pouco diferente do que conhecemos, especialmente agora que ele aceitou que tem uma filha e fará de tudo para protegê-la. Para isso, ele se aproxima de velhas amizades, o que significa novos personagens para a trama.

Enquanto ele tenta cuidar de Cirilla, ele também cria alianças com um personagem que conhecemos bem: Istredd (Royce Pierreson), para entender como estão surgindo os novos monstros, como Myriapod e Chernobog.

Henry Cavill em The WitcherHenry Cavill em The WitcherFonte:  Reprodução / Netflix 

Cirilla de Cintra 

Ciri teve um bom amadurecimento nessa temporada, pois agora ele precisa fazer escolhas relevantes para o enredo. Pois o sangue dela muda os caminhos dos bruxos da série, já que literalmente possui relação direta com a transformação do Witcher em mutante. Isso tudo enquanto aprende a viver na sua nova realidade com o bruxo. Ela também foi muito ativa em combates, aprendendo a lutar e se defender.

Yennefer 

Enquanto na primeira temporada pudemos acompanhar a origem da personagem e seu final cheio de suspense, nesta temporada Yennefer teve um pouco menos de destaque. Porém, suas ações foram muito importantes para a trama, principalmente nos últimos episódios.

Isso, deve-se um pouco por ela ter perdido seus poderes após a batalha de Sodden, como também pela forma que ela tentou resgatar seus aliados.

Jaskier 

O bardo começou de uma forma totalmente diferente, fazendo parte da família de bruxos, agora chamado de The Sandpiper, tendo um final diferente do que imaginávamos.

Henry Cavill nos bastidores de The WitcherHenry Cavill nos bastidores de The WitcherFonte:  Reprodução / Netflix 

Um mundo inteiro de The Witcher

Após sermos apresentados para os personagens principais e seus desafios, na primeira temporada, precisamos de algo a mais e foi expandindo o universo da trama que os roteiristas e produtores conseguiram trazer novas histórias e personagens.

Assim, na 2ª temporada de The Witcher, fomos apresentados à família de Geralt, que conta com o bruxo Vesemir (Kim Bodnia) e o retorno de outros personagens, como Duny (Bart Edwards), agora nomeado de Emhyr.

O estilo de narrativa também mudou um pouco. Antes, os episódios eram regados de idas e vindas na linha do tempo. Agora, as histórias ainda possuem as mudanças na linha temporal, mas um pouco menos, já que alguns personagens andam juntos, como o bruxo e a princesa. Isso deixa as emoções e suspense ainda maiores, principalmente quando sabemos que há uma grande guerra para explodir.

O grande final

Dessa vez acompanhamos uma série um pouco menos assustadora, porém, mantendo sua essência. Contando com muita qualidade nos efeitos especiais, a produção conseguiu criar novos rumos para a história sem enrolar, mantendo a emoção, as grandes cenas de ação e novas possibilidades de acontecimentos, uma vez que o roteiro permite que todos os personagens possam guiar o futuro da história.

O final é surpreendente e emocionante, o que não é novidade, já que saímos de uma primeira temporada com um final emocionante. Agora, a única coisa a se fazer é aguardar ansiosamente pela terceira temporada, que já foi confirmada pela Netflix.