China suspende aprovação de novos jogos online no país

1 min de leitura
Imagem de: China suspende aprovação de novos jogos online no país
Imagem: Lukmanazis/Shutterstock
Avatar do autor

O governo da China paralisou, por tempo indeterminado, o processo de licenciamento que aprova a entrada de novos jogos online no país. A informação é do jornal South China Morning Post.

Segundo a reportagem, de acordo com fontes ligadas ao governo, a decisão faz parte de uma recente política do país de combater o vício em games entre a população mais jovem. Por enquanto, não há um comunicado oficial que confirme ou não a nova medida de suspensão.

Recentemente, a China reduziu drasticamente o tempo que menores de idade podem jogar online, medida que até afetou ações de empresas do setor.

Menos opções para jogar

De acordo com a matéria, o objetivo da política de controle de período de jogatina seria "reduzir o vício em jogos" no país e limitar também a oferta de novos jogos, já que lançamentos frequentes só contribuiriam para essa situação.

Tradicionalmente, o órgão regulador chinês publica a lista de aprovados no final de cada mês, sendo que apenas a partir dessa etapa que os títulos podem ser comercializados na região.

Por enquanto, não há qualquer indicativo da duração da suspensão, mas já em agosto de 2021 nenhuma nova licença foi concedida. Algumas das fontes consultadas alegam que não houve paralisação, mas sim um atraso deliberado nas aprovações.

Governo contra as Big Tech

Empresas locais como Tencent e NetEase costumam fazer lançamentos frequentes, especialmente no setor mobile, e podem ter sido prejudicadas no processo. Elas ainda receberam orientações para evitar tratar de certos conteúdos e também não focar somente na obtenção de lucro a partir de mecânicas de microtransações ou jogos no formato freemium, por exemplo.

LoL: Wild Rift é um dos títulos em espera na China.LoL: Wild Rift é um dos títulos em espera na China.Fonte:  Riot Games 

A versão chinesa de League of Legends: Wild Rift, que é publicada pela Tencent, foi aprovada pelo governo no início de 2021, mas o seu lançamento agora está adiado sem uma nova data para acontecer.

As disputas entre governo e empresas de tecnologia na China atualmente não se restringem à tentativa de limitar a jogatina de jovens: gigantes nacionais do setor receberam sanções para reduzir a própria expansão nacional e internacional. Como resultado, alguns processos de abertura de capital foram cancelados e fundos de investimento estão segurando a realização de novas parcerias no país.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.