Herdeiro da Samsung ganha liberdade condicional na Coreia do Sul

1 min de leitura
Imagem de: Herdeiro da Samsung ganha liberdade condicional na Coreia do Sul
Imagem: Samsung
Avatar do autor

O vice-presidente da Samsung, Jay Y. Lee, teve o pedido de liberdade condicional aprovado na Coreia do Sul. Ele deve deixar a prisão até a próxima sexta-feira (13). Segundo o Ministério da Justiça do país, a decisão foi resultado de uma análise de múltiplos fatores, que vão desde o bom comportamento do detento até "sentimentos públicos".

Lee foi inicialmente sentenciado a 5 anos de prisão em 2017, acusado de fraude e suborno em um escândalo que envolveu também a então presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye. Entretanto, depois de 1 ano, a pena foi suspensa, e Lee foi liberado — até ser novamente acusado e preso no início de 2021, já sob uma pena reduzida.

De volta ao cargo?

A expectativa é que o executivo também ganhe liberdade para voltar a tomar decisões estratégicas na companhia — apesar de a rotina ter continuado normalmente na fabricante, algumas determinações sobre projetos aguardavam a palavra de Lee.

Entretanto, o retorno ao trabalho depende de uma aprovação diferente do governo local, já que as condenações estavam ligadas à corporação.

Jay Y. Lee é filho de Lee Kun-hee, executivo falecido em 2020 que era presidente da empresa desde 1987. Ele foi afastado por motivos de saúde em 2012, deixando o controle "na mão" do filho.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes