Xiaomi passou a Samsung e foi a maior empresa de celulares em junho

1 min de leitura
Imagem de: Xiaomi passou a Samsung e foi a maior empresa de celulares em junho
Imagem: Xiaomi
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A fabricante chinesa Xiaomi sentiu o gosto da liderança do mercado global de smartphones por no mínimo um mês. Segundo um relatório da Counterpoint Research, a marca foi a número um em vendas do setor durante junho de 2021.

Essa é a primeira vez que a Xiaomi ultrapassa a até então líder Samsung e ocupa o lugar mais alto do pódio.

No último trimestre, ela deixou para trás a Apple e consolidou-se na vice-liderança do mercado — com uma disparada que envolve tanto o sucesso de novos modelos como mudanças nas rivais, como a saída da LG e a queda da Huawei.

O gráfico que mostra a disparada da chinesa na busca da medalha de ouro.O gráfico que mostra a disparada da chinesa na busca da medalha de ouro.Fonte:  Counterpoint Research 

Em comparação com o mesmo mês do ano passado, o crescimento foi de 26%, maior que as demais. Entretanto, ainda é cedo para celebrar: o relatório do terceiro trimestre pode fazer com que as posições voltem aos números anteriores.

Cadê as rivais?

Provisoriamente vice-líder, a Samsung teve vendas desaceleradas nos últimos meses por uma série de motivos, desde a menor procura pela linha Galaxy S21 até a redução de modelos fabricados no Vietnã, com a produção prejudicada por uma maior gravidade da pandemia da covid-19 no país.

Vale lembrar ainda que a marca tem um evento de grande porte marcado para o dia 11 de agosto, com a promessa de lançamentos de novos modelos como o Galaxy S21 FE e o Galaxy Z Fold 3.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.