Amazon contrata desenvolvedores para lançamento de moeda digital

1 min de leitura
Imagem de: Amazon contrata desenvolvedores para lançamento de moeda digital
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

O império virtual da Amazon pode estar prestes a se expandir em um setor não muito explorado pela gigante do comércio eletrônico até então, o de moedas digitais, e vagas de emprego dedicadas à criação de um "novo produto de pagamento", oferecidas pela companhia, já circulam pela internet, de acordo com o CoinDesk.

O projeto, ainda a ser anunciado, parece um esforço da empresa relacionado à manutenção da lucratividade de clientes Prime. México, por sua vez, afirma o veículo, foi o local escolhido para o "pontapé inicial".

"Isso permitirá que consumidores convertam dinheiro em moeda digital e o aproveitem online, incluindo para a compra de mercadorias e/ou serviços como o Prime Video", descreve uma das propostas.

Vagas de emprego sugerem que Amazon lançará nova moeda digital.Vagas de emprego sugerem que Amazon lançará nova moeda digital.Fonte:  Reprodução 

Mercados emergentes estariam no centro dos planos da Amazon – que se recusou a dar detalhes da iniciativa a quem os solicitou.

Ainda assim, engenheiros e gerentes de desenvolvimento de software "de todos os níveis" são convidados a participarem de seleções, e os aprovados farão parte de uma equipe profissional necessária ao lançamento da novidade.

Todo mundo de olho!

Tudo indica que esta seja uma ampliação do já conhecido Amazon Coin, há oito anos no mercado.

Por meio dele, proprietários de dispositivos Kindle e Android podem realizar compras dentro da loja de aplicativos da corporação liderada por Jeff Bezos, principalmente em jogos, que disponibilizam itens, power-ups, boosters e afins.

Entretanto, mais do que somente um ativo digital, a nova opção funcionaria como moeda de troca efetiva.

Iniciativa expandiria aquilo que já é oferecido pelo Amazon Coin há oito anos.Iniciativa expandiria aquilo que já é oferecido pelo Amazon Coin há oito anos.Fonte:  Reprodução 

Outros, a exemplo do Facebook e da Diem Association, seguem os mesmos rumos, dedicando-se à estruturação de suas próprias criptomoedas, assim como existem aqueles que estão voltando cada vez mais suas atenções a esta área.

O Twitter e a Tesla, inclusive, investem em Bitcoin – sendo que a empresa de Elon Musk já estuda aceitá-lo como forma de pagamento.

Por fim, o PayPal viabiliza o gerenciamento de criptoativos e enfrenta concorrentes como a Square e o aplicativo Robinhood.

Com a entrada da Amazon no cenário, veremos uma guerra ainda mais acirrada pelo domínio de transações que não agradam a todo mundo – mas que certamente marcarão sua presença nas próximas gerações.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Amazon contrata desenvolvedores para lançamento de moeda digital