EUA acusam Google por manter monopólio ilegal em buscas online

1 min de leitura
Imagem de: EUA acusam Google por manter monopólio ilegal em buscas online
Imagem: Unsplash/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos planeja acusar a Google por manter um monopólio ilegal sobre anúncios e buscas online em um processo que será aberto nesta terça-feira (20). Segundo funcionários da agência, este será a disputa legal mais significativa do governo contra o poder de mercado de uma empresa de tecnologia.

A agência afirma que a Gigante de Buscas mantém diversos contratos comerciais exclusivos que impedem a concorrência. Entre outros argumentos, o departamento alega que a empresa teria fechado acordos com fabricantes de celulares que usam o sistema operacional Android e também o iOS para priorizar o mecanismo de pesquisa e dificultar a entrada de rivais.

Impactos na inovação

a  Kris Gaiato/Reprodução 

Essa prática teria afetado negativamente a competição e a inovação no país, segundo o Departamento de Justiça. No entanto, a empresa nega há muitos anos acusações relacionadas a violações antitruste e deve fazê-lo mais uma vez.

O processo acontece duas semanas após legisladores democratas do Comitê Judiciário da Câmara nos EUA divulgarem um relatório sobre os gigantes da tecnologia , no qual acusam não só a Google, mas também gigantes como Amazon, Apple e Facebook de abusarem de seu poder de mercado.

"Um número significativo de entidades — abrangendo grandes corporações públicas, pequenas empresas e empresários — depende do Google para tráfego e nenhum mecanismo de busca alternativo serve como um substituto", declara o relatório.

Processo pode levar anos

A  Unsplash/Reprodução 

É possível que essa disputa legal dure anos e impulsione outros processos antitruste. Até o momento, cerca de 40 estados e jurisdições conduziram investigações paralelas e devem adentrar a disputa.

Uma vitória do Departamento de Justiça poderia significar uma reestruturação tanto de grandes empresas de tecnologia quanto da própria estrutura da internet, que teve intensa colaboração da Google.

Em uma postagem seu blog oficial, a Google disse que "a reclamação do Departamento de Justiça dos Estados Unidos apoia-se em argumentos antitruste duvidosos para criticar nossos esforços de tornar a Busca disponível de modo mais fácil para as pessoas". Confira a postagem completa no Blog da Google.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
EUA acusam Google por manter monopólio ilegal em buscas online