Ações da Intel afundam 18% após atraso de chips em 7 nm

1 min de leitura
Imagem de: Ações da Intel afundam 18% após atraso de chips em 7 nm
Imagem: https://pixabay.com/pt/illustrations/bolsa-de-valores-economia-mundial-4785080/
Avatar do autor

Após anunciar que o cronograma de lançamento de seus processadores em 7 nm sofreu um novo atraso de seis meses, as ações da Intel iniciaram o pregão desta sexta-feira (24) em queda de 18%.

A Intel falou sobre o atraso ontem (quinta-feira, 23), durante a apresentação de seus resultados financeiros para o segundo trimestre de 2020. Felizmente, os ganhos conseguiram superar as expectativas de Wall Street.

Terceiro trimestre mais modesto

No entanto, hoje pela manhã, o valor por ação caiu para US$ 49,50 (baixa máxima de 18%). Além disso, a companhia fez uma estimativa de receita para o terceiro trimestre, que é inferior ao que os analistas previam.

O novo esboço da Intel para o terceiro trimestre prevê lucro por ação ajustado em US$ 1,10 e receita total de US$ 18,2 bilhões. Os analistas tinham estimativas ligeiramente superiores antes do anúncio do atraso dos chips em 7 nm. Além do mais, a Intel havia divulgado um plano para o lançamento de novas tecnologias que também está atrasado.

Para completar a “safra” de pessimismo, recentemente, a Apple abandonou os chips Intel, trocando-os por soluções ARM.

No momento, as ações da Intel estão em queda de 15,06%. (Fonte: NASDAQ: INTC/Reprodução)No momento, as ações da Intel estão em queda de 15,06%. (Fonte: NASDAQ: INTC/Reprodução)Fonte:  NASDAQ: INTC 

Na situação atual, o atraso do cronograma dos chips em 7 nm já soma 12 meses, o que empurra o provável lançamento desses processadores para o final de 2022 ou início de 2023.

Apesar da queda de hoje, as ações da Intel acumularam alta de 1% neste ano, até o encerramento do pregão de quinta-feira.

Enquanto isso, do lado vermelho da força...

Se as ações da Intel – o time azul – iniciaram a sexta-feira em queda, por outro lado, as ações da Advanced Micro Devices (AMD) – o time vermelho – começaram o pregão com alta de 12%.

No mês passado, a companhia anunciou os novos chips Ryzen da série 3000XT. Na terça-feira (21), foi a vez da empresa anunciar suas novas APUs Ryzen 4000G. E, segundo rumores, os novos chips Ryzen 4000 para desktops devem ser anunciados em setembro.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Ações da Intel afundam 18% após atraso de chips em 7 nm