Huawei deve liderar vendas globais de celulares no 2º trimestre

1 min de leitura
Imagem de: Huawei deve liderar vendas globais de celulares no 2º trimestre
Imagem: Unsplash
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Mesmo com as sanções impostas pelo governo dos Estados Unidos e o fechamento do comércio por causa da pandemia do novo coronavírus, a Huawei continua a apresentar um bom volume de vendas, tanto que deve fechar o segundo trimestre de 2020 como a maior fabricante de celulares do mundo, de acordo com o site Money.udn.

Nos meses de abril e maio, a companhia chinesa já havia assumido o posto, conforme os dados da consultoria CounterPoint, tomando o lugar que era ocupado pela Samsung — a Apple foi a terceira colocada. E a tendência é de manutenção da posição também em junho, encerrando o trimestre na dianteira.

Segundo a publicação, tanto a Huawei quanto a rival sul-coreana devem sofrer um declínio nas vendas, nos números acumulados ao longo dos meses de abril, maio e junho, assim como todas as demais fabricantes. Porém, a Samsung provavelmente será a mais prejudicada, apresentando uma redução de cerca de 30%.

A liderança da Huawei se deve principalmente às vendas de smartphones no mercado chinês.A liderança da Huawei se deve principalmente às vendas de smartphones no mercado chinês.Fonte:  Pexels 

Outro fator que deve pesar a favor da gigante chinesa é que a economia da China começou a se recuperar da crise provocada pela pandemia antes dos Estados Unidos e da Europa. Em sua terra natal, que também é o maior mercado de celulares do planeta, a Huawei possui 60% de participação, atualmente, contra apenas 1% da principal concorrente.

Desafios para se manter na liderança

Assumindo a liderança do mercado global de celulares pela primeira vez em um trimestre, pode ser difícil para a Huawei se manter no topo, devido principalmente ao problema enfrentado com o governo de Donald Trump.

Com a proibição de adicionar apps e serviços da Google em seus smartphones, existe a possibilidade de os clientes migrarem para outras marcas.

Também pesa contra ela o domínio da Samsung nos mercados fora da Ásia, que devem voltar a se aquecer nos próximos meses, fazendo os números da fabricante crescerem novamente.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Huawei deve liderar vendas globais de celulares no 2º trimestre