A rixa entre Donald TrumpAmazon não é nova e pode ganhar um novo capítulo em breve. Uma reportagem do jornal The Washington Post, que é alvo constante de críticas pesadas do presidente americano, diz que o chefe de Estado pediu pessoalmente para que a diretora-geral do Serviço Postal dos Estados Unidos (USPS) dobre as taxas cobradas de empresas como a Amazon quando elas utilizam os serviços de entrega prestados pela companhia do governo.

De acordo com a publicação, a diretora Megan Brennan está evitando fazer isso para não causar um conflito com a empresa. No entanto, Trump exigiu recentemente que uma força-tarefa faça um relatório com uma análise completa do estado financeiro do Serviço Postal. O objetivo é provavelmente encontrar dados que confirmem a teoria do presidente de que o governo perde bilhões de dólares todos os anos por causa do contrato com a Amazon.

Uma placa.

Trump teria se reunido com Brennan diversas vezes desde que ele assumiu a presidência para discutir o assunto, mas as opiniões sobre o caso dividem até mesmo oficiais da Casa Branca. A crítica do presidente não é nova, com Trump tendo falado sobre o caso antes mesmo de virar candidato ao posto e recentemente sendo acusado de estar “obcecado” pela empresa.

Embora fale (e tweete) publicamente sobre o quanto não gosta das propriedades de Jeff Bezos, que é CEO da Amazon e dono do The Washington Post, ainda não há propostas oficiais para que algo do tipo aconteça. Apesar de ter operado no vermelho nos últimos 11 anos, o Serviço Postal teve um crescimento de 11% nas receitas do último ano, número que é atribuído principalmente à expansão da Amazon.