Apenas algumas horas transcorreram desde que uma reportagem do site Axios informou que o presidente dos Estados Unidos Donald Trump tinha planos de aumentar os impostos que o governo cobra da Amazon. Foi o suficiente para que a empresa perdesse cerca de US$ 53 bilhões em valor de mercado. A companhia até mesmo ultrapassou as perdas do Facebook, que continua caindo desde que o escândalo envolvendo o uso de dados privados da rede social veio à tona.

O medo entre os investidores de que Trump poderia intervir negativamente na Amazon ganhou força porque essa não seria a primeira vez em que o presidente americano critica a companhia ou seu diretor executivo, Jeff Bezos. Em um tweet publicado nesta quinta-feira (29), Trump reclama da empresa por ela pagar poucos impostos e por utilizar o Serviço Postal dos Estados Unidos como seu “garoto de entregas”. Uma das fontes entrevistadas pela Axios chegou a dizer que o presidente está “obcecado” pela empresa.

“Já falei sobre minhas preocupações com a Amazon bem antes da Eleição. Diferentemente dos outros, eles pagam pouco ou nenhum imposto para os governos estaduais e locais, usam nosso Serviço Postal como “Garoto de Entregas” (causando perdas tremendas para os EUA) e estão levando milhares de varejistas à falência”.

Apesar dos comentários de Trump feitos após a publicação da reportagem, a Casa Branca nega que exista qualquer projeto do atual presidente para mudar as regras dos tributos pagos pela Amazon. A empresa começou a se recuperar lentamente após um analista dizer que a queda era uma excelente oportunidade para quem desejava comprar ações da companhia.

Cupons de desconto TecMundo: