Um vazamento de dados massivo envolvendo a empresa Equifax aconteceu há quase um mês devido a um atraso de atualização dos sistemas da empresa, que trabalha com a proteção de crédito nos Estados Unidos, algo como o SPC/Serasa aqui no Brasil. Segundo especialistas, trata-se do maior vazamento de informações pessoais da história, afetando cerca de metade da população do país.

O incidente de segurança cibernética afetou milhões de consumidores, e eu estive completamente dedicado a corrigir esse problema

Após todo esse escândalo, o CEO da Equifax Richard Smith decidiu se afastar do cargo em uma espécie de aposentadoria precoce. Em seu lugar, foi apontado interinamente o brasileiro Paulino do Rego Barros Jr., antigo presidente da divisão asiática da empresa.  

"O incidente de segurança cibernética afetou milhões de consumidores, e eu estive completamente dedicado a corrigir esse problema", afirmou Smith em um comunicado. "Nessa conjuntura crítica, acredito que é o melhor para a empresa ter uma nova liderança para seguir em frente com a empresa". Juntamente com ele, o CIO e o CSO da Equifax também deixaram seus cargos.

Empresários suspeitos

Além da falha que permitiu a quebra da segurança dos dados da empresa, alguns executivos também estão sendo investigados com suspeita de terem movimentado ações da Equifax logo após o acontecimento, tendo conhecimento prévio do problema que teriam e como isso poderia afetar os valores da empresa no mercado. Aparentemente, essa história ainda está longe de ter um desfecho.

Cupons de desconto TecMundo: