Você vive no Reino Unido e é fã de aplicativos de mensagens instantâneas como iMessage, Snapchat, WhatsApp e vários outros? Pois saiba que você pode ser proibido de utilizar esse tipo de app em um futuro não muito distante.

A má notícia é resultado de uma “nova” lei que tem como objetivo fazer com que provedores de internet do Reino Unido guardem registros de tudo o que ocorre em seus servidores. O projeto de lei, de fato, já tem algum tempo, mas havia sido rejeitado pelo Partido Liberal Democrata do país.

O projeto, porém, foi revivido em uma nova versão pela Secretária de Assuntos Internos Theresa May, como falamos em outra matéria no fim de 2014. A nova lei vem com o objetivo de ajudar na identificação de criminosos, hackers e suspeitos de terrorismo, melhorando a segurança nacional, e deve ser apresentada dentro dos próximos meses para o Parlamento – que, dessa vez, tem os Conservadores em maioria, tornando altas as chances de aprovação.

Theresa May é a nova parlamentar a apresentar o projeto, depois de ganhar uma nova versão

E por que os aplicativos de conversação estariam em perigo? Simples: porque eles utilizam um sistema de mensagens criptografadas – o que é exatamente o que a Secretária deseja banir, segundo o jornal Metro.

Conversas sem segurança

Felizmente, isso não será um banimento instantâneo desses serviços, visto que eles ainda poderão apenas se adequar às novas normas para continuar funcionando, caso a lei seja aprovada. E eles terão tempo de sobra para fazer essas mudanças, já que a nova lei só entraria em funcionamento em 2016.

Mesmo assim, essa mudança quer dizer que, em breve, os moradores do Reino Unido nunca mais terão a chance de enviar uma mensagem virtual que não deva chegar a qualquer outra pessoa. E convenhamos que a perda de privacidade para alguém raramente é uma boa notícia.

Cupons de desconto TecMundo: