Talvez você já tenha visto produtos "refurbished" em alguns anúncios espalhados pela internet. Todavia, o mais provável é que você não faça ideia do que seja um item deste tipo. No Brasil eles são raridade, sendo mais comuns em sites de leilão ou de comércio de aparelhos importados.

Caso você não tenha visto nosso artigo anterior sobre produtos refurbished, vamos relembrar as diferenças que existem entre estes eletrônicos e os aparelhos novos adquiridos na maioria das lojas. No artigo de hoje ainda vamos além, salientando quais os principais riscos e detalhes a que você está sujeito ao adquirir um computador ou outro item caracterizado como refurbished.

Mas afinal, o que é refurbished?

A palavra refurbished em tradução livre significa remanufaturado. Esta palavra já é bem conhecida pelos brasileiros, principalmente por ser uma das maneiras de reutilizar cartuchos de tinta para impressora. Com os eletrônicos a remanufatura é diferenciada, não se tratando apenas de uma simples limpeza ou troca de pequenos mecanismos.

Primeiramente é importante salientar que nem sempre o produto remanufaturado é usado. Existem produtos classificados como refurbished que nem sequer chegaram a ser ligados. Isso porque muitos consumidores se arrependem de ter comprado algo e como muitas vezes o produto foi desembalado, as fabricantes não podem simplesmente revendê-los como novos.

Diversos notebooks refurbished no site Outlet da Dell

Fonte da imagem: reprodução do site Dell Outlet

Apesar deste pequeno detalhe, de modo geral, o produto remanufaturado surge a partir de algum defeito. Por exemplo: imagine que você comprou uma televisão e logo na primeira semana ela apresentou defeito, algum problema de software ou hardware. Evidentemente, a primeira atitude que você vai tomar é entrar em contato com a fabricante (ou a loja que vendeu o produto).

Nesses casos em que o produto ainda está novo, as lojas encaminham o eletrônico para a fabricante avaliar o problema que ocorreu. Caso o defeito no produto seja mínimo, sendo apenas uma peça com problema — ou que a firmware do aparelho tenha apresentado erro —, a empresa responsável pelo dispositivo vai encaminhar a situação para o setor técnico, o qual vai averiguar as condições e possibilidades de reparo.

Notebooks Toshiba refurbished no site Frys.com

Fonte da imagem: reprodução do site Frys.com

Logo que constatada a viabilidade para o conserto, a fabricante autoriza que o produto seja restaurado. Depois de trocar o componente com defeito, a equipe técnica realiza uma série de testes (normalmente os mesmos que são efetuados com produtos novos). Se os resultados forem positivos, o produto pode passar por uma troca de carcaça e receberá novos acessórios (cabos, controle remoto, manual e demais itens que acompanham).

No entanto, se durante os testes algum defeito aparecer, o aparelho automaticamente é eliminado do processado de remanufatura. Não que isso seja aplicado a todas as fabricantes, mas de maneira geral é comum que as empresas economizem gastos não insistindo em reparos sequenciais. Os produtos sem condições de reparo são descartados.


Depois que uma série de produtos passou pelo processo de remanufatura, foi aprovada nas análises e recebeu novos acessórios, o setor de logística embala os aparelhos com uma caixa diferenciada, normalmente algo bem genérico — justamente para diferenciá-los dos itens novos. Por fim, a fabricante entra em contato com lojas interessadas e autoriza a venda dos novos produtos por um valor bem abaixo do comum (algumas vezes até 50% do custo original).

Legal, quero comprar!

Nos EUA e em outros países este processo é bem comum e uma diversidade de produtos são comercializados em lojas famosas. No Brasil ocorre o oposto, de modo que é muito raro encontrar uma loja que venda este tipo de produto. O mais provável é que você encontre produtos importados em alguns sites desconhecidos, a grande maioria deles provenientes dos EUA. Até aí nenhum problema, afinal, é quase a mesma coisa que comprar diretamente de uma loja americana.

Página especial da Best Buy com produtos refurbished

Fonte da imagem: reprodução da página Best Buy Outlet Center

Todavia, o "quase" pode sair caro. Como em toda aquisição de um novo produto, você deve tomar alguns cuidados. Os produtos refurbished sempre possuem um período de garantia, o qual, em geral, é mais curto do que o período comum. Apesar disso, este tempo oferecido pela fabricante serve para o consumidor ter certeza de que apesar de o produto ser remanufaturado, a qualidade está normal e o aparelho deve ter uma vida útil comum.

Acontece que você pode comprar com alguém que importou o produto há algum tempo e assim pode perder o direito a garantia, justamente porque o item em questão pode ter sido importado bem antes de você comprar. Considerando que estamos falando da venda não autorizada de um eletrônico, você dificilmente terá direito a garantia.

Sendo assim, nossa primeira dica é óbvia: compre diretamente do fabricante — como você pode conferir na imagem abaixo, a HP possui um site exclusivo para estes produtos — ou de uma loja confiável (ou seja, autorizada) que esteja comercializando o produto com as devidas garantias e condições estabelecidas pela empresa que realizou o processo de remanufatura.

HP possui um site especial para produtos refurbished

Fonte da imagem: reprodução do site HP Business Outlet

Só para ficar bem claro, se o produto que você estiver adquirindo não possuir garantia, procure outro, pois todo (sem exceções) eletrônico deve ter um período de garantia limitada — em geral os itens refurbished possuem um tempo que varia de 30 a 90 dias.

A segunda dica pode encarecer o produto, mas garante a você um pouco mais de tranquilidade. Por incrível que pareça, alguns poucos eletrônicos refurbished possuem planos de garantia estendida e até mesmo período para trocas.

Sendo assim, caso a loja em que você esteja comprando ofereça um tempo de garantia extra, não pense duas vezes em aderir a este recurso. Mesmo que custe um pouco mais, este pequeno detalhe pode lhe poupar dores de cabeça e até mesmo a compra de um produto novo (afinal, mesmo que tenha sido testado, defeitos podem aparecer).

Garantia de 90 dias

Fonte da imagem: reprodução da página Best Buy Outlet Center

A terceira dica é um tanto desnecessária, mas não custa relembrar. O produto remanufaturado é sim mais barato que o novo, no entanto, isso não significa que ele vai custar 30% do valor original. Aliás, se você está pensando em comprar um computador ou outro eletrônico justamente por ter encontrado uma pechincha, pense duas vezes: o vendedor ou loja em questão pode estar comercializando algo diferente do anunciado.

Vale a pena?

Como já citado, no Brasil é muito difícil encontrar lojas que vendam este tipo de produto. Em geral é comum se deparar com notebooks importados, outros eletrônicos são raros. Só por curiosidade, nos EUA é possível adquirir até mesmo Playstation 3 refurbished. Independente de qual seja o produto, a compra de itens remanufaturados sempre vale a pena, claro, se observados todos os detalhes que citamos.

Playstation 3 Refurbished

Fonte da imagem: reprodução do site Sony Style

Evidentemente, existem momentos em que a compra já não vale a pena. Não que o preço não compense, mas comprar um produto remanufaturado que seja desatualizado nem sempre é uma boa ideia. Para os menos exigentes, um notebook refurbished que venha com 2 GB de memória e um processador dual core bem simples pode ser uma ótima ideia, pois o preço será compensador e a configuração não deve ser um problema.

Já para consumidores que buscam por novidades, a compra de remanufaturados pode ser interessante apenas quando o produto em questão é um lançamento. Vale salientar que produtos refurbished aparecem com facilidade em diversas lojas estrangeiras, portanto basta ficar de olho para verificar se algum notebook potente (ou um eletrônico de última geração) está disponível.

Você já comprou um produto refurbished?

Nosso artigo acaba aqui, mas agora você pode contar suas experiências e informações sobre o assunto. Você já conhecia sobre os eletrônicos remanufaturados? Já comprou algum? Deixe um comentário!

Cupons de desconto TecMundo: