Tinder Swindler: Netflix terá documentário sobre golpista do Tinder

1 min de leitura
Imagem de: Tinder Swindler: Netflix terá documentário sobre golpista do Tinder
Imagem: Spiegel/Reprodução
Avatar do autor

A Netflix adquiriu os direitos para a distribuição do documentário Tinder Swindler. A produção acompanha o caso do golpista que atraia mulheres escandinavas usando o popular aplicativo de namoro para roubar milhões de dólares das vítimas.

Produzido pela Raw TV e a AGC Studios, o material conta com direção de Felicity Morris (Don’t F*** With Cats). Por enquanto, o serviço de streaming não revelou a janela de estreia do novo documentário.

Shimon Hayut esbanjava uma vida de luxo para atrair suas vítimas.Shimon Hayut esbanjava uma vida de luxo para atrair suas vítimas.Fonte:  Spiegel/Reprodução 

Tinder Swindler apresenta as histórias das mulheres que foram enganadas pelo israelense Shimon Hayut. Fingindo ser um oligarca russo chamado Simon Leviev, o golpista usava o Tinder para encontrar as vítimas.

Inicialmente, Hayut levava as parceiras para viajar em jatos particulares e se hospedar em hotéis de luxo. Após meses de relacionamento, o criminoso pedia para que a vítima abrisse uma linha de crédito no nome dele para quitar “as extensas necessidades”.

Depois de uma longa investigação da publicação norueguesa, o golpista foi preso na Grécia e extraditado para Israel em dezembro de 2019. Condenado a 15 meses de prisão, o israelense cumpriu apenas um terço de detenção.

Surpreendentemente, Hayut continuou aplicando outras formas golpes mesmo após ser preso. Em dezembro de 2020, ele fingiu ser um paramédico para conseguir ser vacinado antecipadamente contra a Covid-19 em Israel.

Hayut após ser preso na Grécia em dezembro de 2019.Hayut após ser preso na Grécia em dezembro de 2019.Fonte:  Tore Kristiasen/AFP 

Cresce os golpes de namoro online

Nos últimos anos, casos como o Tinder Swindler se tornaram cada vez mais comuns. Muitos aproveitadores estão usando os aplicativos de namoro para encontrar vítimas em potencial para as ações criminosas.

Segundo o órgão americano Federal Trade Commision (FTC), as perdas em “golpes românticos” bateram o recorde de US$ 304 milhões em 2020. Esse número pode ser ainda maior, visto que a agência apenas contabiliza os casos registrados na polícia.

Tinder Swindler: Netflix terá documentário sobre golpista do Tinder