As temporadas 2017-2018 não têm sido das melhores para o YouTube. De polêmicas com youtubers como PewDiePie e Logan Paul, passando por vídeos impróprios para crianças e discussões sobre monetização, até ataque de hackers e invasão com tiroteio e morte em sua sede de Mountain View. Por conta de tudo isso, a CEO Susan Wojcicki decidiu abrir um canal mais aberto no blog da plataforma, para ter uma “conversa franca” com os usuários. Nesta terça-feira (17) ela abordou vários temas para falar sobre as atualizações e essa nova postura da companhia.

A começar pela transparência e comunicação. Susan, lembrou que desde o começo do ano o número de respostas aumentou 600%, via @TeamYouTube, @YTCreators e @YouTube, incluindo mensagens personalizadas para muitos dos criadores e canais não oficiais, a exemplo do Creator Inside, que trata de várias notícias de bastidores.

A respeito das novas regras de monetização, a executiva adiantou que o serviço vem trabalhando para melhorar o sistema de aprovação, que muitas vezes acusa falsos positivos e oscila entre a análise e a aprovação — quando o ícone muda de amarelo para verde. “Em fevereiro lançamos uma atualização em nossos sistemas para melhorar a precisão geral e diminuir significamente a instabilidade em 90%. Espero que muitos de vocês já tenham percebido isso.”

Susan Wojcicki YouTubeA CEO do YouTube, Susan Wojcicki

Ainda sobre esse assunto, ela adiantou que vem experimentando em pequenos grupos um novo tipo de upload, que ajuda os utilizadores a alinhar melhor o conteúdo com as diretrizes para anunciantes. “Em um mundo ideal, eventualmente chegaremos a um estado em que os criadores de conteúdo poderão representar com precisão o que está em seus vídeos para que seus insights, combinados com os dos nossos classificadores algorítmicos e revisores humanos, tornem o processo de monetização mais fácil.”

O YouTube também começou a testar em comunidades limitadas o patrocínio do público, que assim pode pagar mensalmente para ajudar seus produtores favoritos, a exemplo do que o Twitch já faz com as assinaturas.

Interações e moderação

Susan destacou que o YouTube vem melhorando a distribuição dos posts no feed da Home e dos assinantes, para que eles alcancem o público certo e na hora mais adequada. O streaming ao vivo recebeu uma atualização para facilitar sua ativação e a versão compacta YouTube Go já está presente em 140 países.

A respeito da moderação, a executiva comentou que foram adicionados três tipos de penalização, além dos já existentes strikes: a remoção dos Google Preferred e do YouTube Original, a suspensão dos anúncios e do YouTube Partner Program e das recomendações da plataforma. Para encerrar o “papo bróder”, ela destacou que plataforma vem trabalhando em mais opções educacionais, como o Creators Academy, voltado para cursos por meio de videoaulas.

Cupons de desconto TecMundo: