Faz bastante tempo que o YouTube deixou de ser uma plataforma apenas de vídeos de entretenimento e se tornou uma fonte de renda para diversas pessoas. O Brasil é um dos países que mais consomem os vídeos do YouTube no mundo inteiro, de modo que é compreensível que haja cada vez mais produtores de conteúdo no site. 

E por que não se tornar um deles? Se você pensa em começar a criar vídeos, é bom ter algumas coisas em mente para fazer seu canal decolar. Aqui, separamos 9 dicas do Google para quem quer criar seu próprio canal. Confira: 

1. Qual será o público-alvo? 

 

Antes de mais nada, é preciso que você tenha seu público-alvo bem definido. Isso fará com que seus vídeos atinjam sempre o público certo  principalmente porque, convenhamos, é difícil conseguir a audiência de todos os usuários da plataforma. Assim, comece a pensar em algumas características simples: qual é a faixa etária do seu público-alvo? E o sexo? E as áreas de interesse? 

2. Curta e compartilhe


Será que o vídeo ficou tão legal que os espectadores iriam postá-lo no Facebook ou no Twitter? Pois é, o compartilhamento nas redes sociais é uma das ferramentas mais poderosas dos produtores de conteúdo, principalmente na hora de divulgar o canal. Assim, tenha essas opções sempre disponíveis para o público.

3. O diálogo é a chave 

 

É preciso que o conteúdo tenha uma relação bem direta com os espectadores. Isso significa que o ideal é que você fale de assuntos que são atuais, discuta problemas comuns e outros. Mantenha em mente que o público precisa se identificar com o que você vai falar. 

4. Interaja sempre 

 

Nada mais chato do que assistir a um vídeo em que a pessoa parece que se esqueceu que há alguém a assistindo, né? Por isso, é importante que você traga interação nos seus vídeos. Mas como assim? Realize uma enquete para saber a quais temas seus inscritos gostariam de assistir, faça transmissões ao vivo, responda comentários. Tudo isso faz com que seu público se sinta mais próximo de você. 

5. Menos é mais 

 

O melhor canal não é aquele que usa as câmeras mais caras, mas sim o que consegue manter a qualidade em todos os vídeos. Assim, tenha sempre em mente que é preciso seguir um padrão nas produções. 

6. Apareça!

Você não quer que seu trabalho se perca no mar de conteúdo que tem na internet, né? Então, use as tags a seu favor, de modo que elas ajudem o público a encontrar seu canal. O mesmo vale para os títulos dos vídeos e o nome do canal. 

7. Seja acessível 

 

Com o tempo, seu canal vai crescer e será preciso que você comece a pensar nos inscritos novos. Ou seja, não é uma boa ideia dividir um assunto longo em dois vídeos, por exemplo, porque pode ser que a pessoa não queira procurar o vídeo anterior para conseguir entender o assunto. Outra coisa bacana que você pode fazer é deixar links de vídeos anteriores, para que o público reveja, e novos inscritos possam conhecer mais do seu trabalho. 

8. Seja consistente

Um problema comum que pode ocorrer é você acabar se perdendo nos assuntos. Por isso, é importante deixar claro o que será abordado em seu canal e se manter fiel ao tema, para que seus espectadores já saibam o que vão encontrar ao acessar sua página. 

9. Colaborando e melhorando

O YouTube não é um lugar para se trabalhar sozinho  basta lembrar dos vários canais famosos que fazem vídeos com a participação de outros youtubers. Assim, sempre considere incluir pessoas diferentes em seus vídeos, ou até mesmo ter a colaboração delas constantemente.

Cupons de desconto TecMundo: