A conta no Twitter da publicação neonazista Daily Stormer foi suspensa hoje pelo microblog. O site que celebrava a violência cometida no último fim de semana por supremacistas brancos no interior dos EUA quando contra-protestantes foram atropelados em massa, o que causou uma morte. Depois desse caso, o Daily Stormer inclusive publicou um artigo praticamente zombando da vítima e incitando mais violência.

Com isso, o Go Daddy, que administrava o domínio do site e o hospedava na web, deu 24 horas para que a publicação saísse de sua plataforma. Em seguida, o Daily Stormer tentou fazer uma migração para o Google Domínios, mas a Google em questão de horas também “expulsou” os neonazistas do seu serviço.

Entendendo que não encontraria mais espaço na internet comum, a publicação resolveu continuar suas atividades na dark web, uma seção da deep web que só pode ser acessada através de ferramentas como o Tor. Com isso, os administradores passaram a divulgar seu novo endereço através de uma conta no Twitter e, hoje à tarde, o microblog seguiu suas parceiras do ramo de tecnologia e deu seu próprio golpe contra os neonazistas.

Outros esforços

O Facebook também está impedindo que o discurso de ódio do Daily Stormer seja divulgado. A empresa rastreou todos os compartilhamentos de links do site e, caso os usuários fizessem postagens sem comentários, elas eram excluídas. Para tal, a rede social filtrou automaticamente as publicações com os links, e a moderação humana da plataforma julgou se aquilo era ou não inapropriado.

Discurso de ódio e incitação de violência são normalmente proibidas em praticamente qualquer rede social ou serviços web através dos termos de uso. Como qualquer usuários só consegue utilizar essas plataformas aceitando tais termos, as empresas podem banir livremente páginas ou usuários que vão contra as regras.

Liberdade de expressão

É importante entender também que esse tipo de ação não deve ser entendida como algum tipo de ataque à liberdade de expressão, uma vez que a filosofia geral que rege esse conceito mundialmente não prevê liberdade absoluta. Discurso de ódio, incitação da violência ou intolerância são sempre ressalvas nas leis de liberdade de expressão.

Cupons de desconto TecMundo: