O projeto de “Self-Driving Car” da Google estava sem notícias de peso já há algum tempo, mas, na tarde de ontem (15), a gigante da internet revelou algumas informações sobre o carro autônomo em sua rede social. O automóvel passou esses últimos meses recebendo alterações para se enquadrar nas leis do Departamento de Veículos Automotores (DMV) da Califórnia (EUA), que exigem a presença de mecanismos para controle manual em protótipos em teste.

A postagem na Google+ faz uma breve recapitulação do processo de desenvolvimento do projeto, indo desde a primeira fase, com a construção de uma estrutura básica e das partes mecânicas, até o estágio de acabamento, que dará ao veículo um visual de produto real. A Google está no meio disso tudo, otimizando o funcionamento do carro e aperfeiçoando o sistema de direção autônoma.

Pode parecer o inverso do esperado, mas, nos últimos anos, os testes com o carro foram feitos em estradas por todo os Estados Unidos, e só agora, depois de todos os dados necessários serem coletados, foram trazidos para pistas particulares. Nesses novos locais de pesquisa, os engenheiros da Google podem criar todo tipo de situação em um ambiente controlado. É possível simular tipos de terreno, trânsito, obras nas ruas e até ciclistas surgidos “do nada”.

Pequena manobra

Esses testes internos também possibilitaram que a Google fizesse o necessário para contornar as recentes leis de trânsito da Califórnia. Foi colocado em prática um set temporário de volante e controles manuais, recursos necessários, aos olhos do estado norte-americano, para que o usuário tenha mais segurança e tome a direção do carro se for preciso.

A medida não tem caráter permanente, já que a regra só é válida enquanto o projeto estiver em testes. Isso só deixa mais claro objetivo da Google em ter um automóvel completamente autônomo, com um sistema de condução ousado que deve superar até mesmo a habilidade humana no volante.

Será que teremos outros tipos de exigências para veículos dessa categoria aqui no Brasil? Só nos resta torcer para que a gente possa relaxar e dar umas voltas no carro da Google futuramente, sem preocupações.

Cupons de desconto TecMundo: