(Fonte da imagem: Reprodução/WhatsApp)

Semana passada, todos ficaram intrigados com o alto valor que o Facebook pagou pelo serviço de mensagens WhatsApp. No meio de tantas notícias, surgiu um papo de que a Google também estaria interessada e teria até efetuado lances.

Primeiro, uma notícia sugeriu que a Google teria feito uma oferta de US$ 10 bilhões. Pouco tempo depois, outro site publicou a informação de que a gigante das buscas estava disposta até a pagar US$ 19 bilhões pelo WhatsApp.

Ninguém sabia o quanto disso era verdade até ontem. Durante uma entrevista na MWC 2014, Sundar Pichai, vice-presidente sênior da Google, revelou que “quaisquer informações de imprensa que estejam afirmando isso simplesmente não são verdadeiras”.

Conforme os detalhes postados pelo Telegraph, Pichai afirmou que o “WhatsApp era definitivamente um produto excitante” e que, de fato, as duas empresas teriam conversado para trabalhar juntas, mas que a Google nunca fez uma oferta. Resumindo: a empresa não ofereceu os 10 bilhões, tampouco estaria disposta a pagar 19 bilhões pelo serviço.

Cupons de desconto TecMundo: