(Fonte da imagem: Reprodução/YouTube)

O que parecia improvável está se tornando realidade: a família de Nissim Ourfali, cujo vídeo sobre o próprio Bar Mitzvah se tornou uma das maiores piadas da internet brasileira em 2012, ganhou a primeira etapa do processo contra a Google, iniciado em setembro.

O Tribunal de Justiça de São Paulo, responsável pelo caso, confirmou que uma liminar concedida à família determina que o Google retire do YouTube todas as postagens contendo o clipe, assim como qualquer referência às imagens de Nissim no site de compartilhamento de vídeos.

O fim da Baleia?

A liminar começa a valer a partir do recebimento do documento pela Google, o que já deve ter ocorrido. Ainda assim, até o momento da publicação desta matéria, a maioria da cópias do clipe continuam no ar – mesmo com o tribunal instituindo uma multa de R$ 20 mil para cada dia em que a liminar for desrespeitada.

Os argumentos da família incluem que o jovem já sofreu constrangimentos demais por causa das piadas feitas com o vídeo – e nada disso seria motivado pelos valores cobrados no processo. A Google ainda deve recorrer da decisão, já que o YouTube conta com políticas próprias de compartilhamento de vídeos, mas pode ter que retirar o conteúdo até que consiga reverter o caso.

Fonte: G1

Cupons de desconto TecMundo: