Você conhece cada um dos ícones que acompanha os produtos da Fundação Mozilla? Pois já deve ter percebido que muitos deles são bichinhos simpáticos e têm tudo a ver com aquilo que representam.

Conheça aqui a galera da Mozilla e entenda de onde surgiu cada um dos pequenos coleguinhas que estão em nosso computador todos os dias.

Firefox

O mais conhecido dos produtos da Mozilla é certamente o navegador Firefox, que tem como mascote uma raposa. Epa, mas espere aí! Não é uma raposa?

Fire Fox, em zoológico.

Na realidade, um Fire Fox é um panda vermelho, muito parecido com uma raposa que conhecemos, chamado de raposa-de-fogo ou gato-de-fogo. Entretanto, o próprio autor da logomarca, Jon Hicks, afirma que foi inspirado de fato por uma pintura japonesa de uma raposa.

Logo do Firefox.

Com a ideia tão arraigada da raposa como o ícone do Firefox, ela remete ao que o navegador representa: rapidez e agilidade na hora de abrir páginas na internet. Mesmo que não seja exatamente o que você estava pensando, fica difícil de ligar o Firefox a outra figura que não à raposa simpática que tanto conhecemos.

Thunderbird

Logo do ThunderbirdO Mozilla Thunderbird  tem relação com o símbolo máximo dos Estados Unidos: a águia azul. Entretanto, por se tratar de um mascote referente a um cliente de email no estilo do Outlook, a imagem remete bastante aos pombos-correio de antigamente, treinados para levar mensagens de um local para outro.

Entre os projetos da Mozilla, o Thunderbird é um dos mais conhecidos, pois conta também com a navegação em abas, gerenciador de endereços e atividades, complementos e muito mais. A ideia é levar a experiência de troca de emails para um patamar em que a facilidade seja a mesma daqueles bichinhos treinados dos tempos remotos.

SeaMonkey

Logo do SeaMonkey

O mascote do SeaMonkey leva a imaginar uma cena divertida: um macaco brincando no mar, divertindo-se com as ondas. Entretanto, o bichinho que representa o projeto de conjuntos de aplicativos para a internet (navegador, leitor de emails, editor de HTML e muito mais) nada mais é do que um crustáceo marinho.

O projeto antigamente recebia o nome de Suíte Mozilla, que continua não tendo nada a ver com o querido crustáceo do SeaMonkey.

Sunbird

Logotipo do Sunbird

O Sunbird nada mais é do que o nosso conhecido e adorado beija-flor. O ícone é um deles, com seu bico longo, “cutucando” um calendário, para que você não perca datas importantes.

Fácil de usar, o Sunbird ainda remete ao passarinho devido à sua promessa de leveza e estabilidade na hora de anotar e salvar os compromissos, assim como o voo do beija-flor.

BugZilla

O inseto do  BugZilla

Simpático e interessante, este mascote criado por Dave Shea é o carro-chefe do programa web que tem como objetivo detectar defeitos e servir de plataforma para pedidos de recursos de projetos da plataforma Mozilla.

Por ser de código aberto, muito daquilo produzido para os mais diversos projetos da Mozilla (como os próprios complementos do Firefox, por exemplo) são criados por voluntários. O BugZilla e sua formiguinha garantem que nada esteja fora do lugar, criando uma varredura no projeto desenvolvido.

Fennec

O Firefox para celulares é conhecido como Fennec. Seu nome se dá devido a uma raposa do deserto, de tamanho menor do que a normal. Por se tratar da versão “menor” do navegador, nada mais justo do que receber este apelido carinhoso.

E, por último, o dinossauro

Para terminar o levantamento do zoológico da Mozilla, deixamos para o final o dinossauro vermelho da empresa.  Ele nada mais é do que o mais antigo e mais conhecido animal da antiguidade e representa o rei dos animais, que tem sua história contada até hoje.

Dinossauro da Mozilla

O nome Mozilla é uma brincadeira dos nomes Mosaic Killer (nome apelido da antiga plataforma Netscape, precursora do projeto Mozilla) e Godzilla. Já teve várias formas, mas a escolha do dinossauro estiloso de fato mostra melhor do que a empresa é capaz.

Os “não bichos”

Pelo menos dois dos projetos experimentais da Mozilla não contam com bichos para representá-los, mas ainda sim seguem o estilo de representação daquilo que o projeto traz para a mesa.

O Jetpack (literalmente, “mochila de propulsão”) traz os dois foguetes na forma de mochila. A ideia da ferramenta é deixar que cada um contribua para a web, através da construção de aplicativos para o Firefox com tecnologias web que você já conheça. Ou seja, melhorar o navegador e deixar que você “voe” com sua imaginação para construir ferramentas legais.

Jetpack Raindrop

Já o Raindrop (gota de chuva) é uma ferramenta que tem como objetivo melhorar a troca de mensagens através daquilo que já existe de código aberto. Do mesmo time responsável pelo Thunderbird, o Raindrop ainda está em fase de desenvolvimento no laboratório da Mozilla, mas tem tudo para não ser apenas uma gota de chuva no meio do oceano.

Livres, mas nem tanto

Os bichinhos da Mozilla, apesar de contar com alguns ameaçados de extinção (como o caso da própria “raposa” do Firefox) continuam livres por aí. Entretanto, as marcas não são liberadas para uso, apesar de os programas contarem com o código aberto. Então, fique esperto na hora de usar qualquer um desses animaizinhos em seus projetos.

Cupons de desconto TecMundo: