Galaxy S22 trará poucas mudanças de design, indica vazamento

1 min de leitura
Imagem de: Galaxy S22 trará poucas mudanças de design, indica vazamento
Imagem: Snoreyn/LetsGoDigital/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Uma reportagem do alemão WinFuture afirma que a Samsung iniciou a produção em massa dos componentes da linha Galaxy S22. Contudo, rumores apontam que a marca sul-coreana teve um contratempo no meio do processo de fabricação.

Apesar da escassez de chips, os aparelhos devem ser lançados em janeiro de 2022. Entretanto, a fabricante estaria produzindo as peças do S22 e S22+ para todas as regiões, enquanto a produção do S22 Ultra estaria sendo priorizada para atender os EUA.

Novos Galaxy S22 não terão grandes mudanças de design.Novos Galaxy S22 não terão grandes mudanças de design.Fonte:  Snoreyn/LetsGoDigital/Reprodução 

Coincidindo com o início da produção de componentes, o holandês LetsGoDigital publicou as primeiras renderizações do Galaxy S22 e S22+. Os novos dispositivos trazem linhas bem familiares ao que temos na geração anterior, indicando poucas mudanças de design.

O módulo da câmera traseira segue organizado na vertical e se estende até a borda. Enquanto isso, o display frontal do celular da Samsung está mais plano e sem bordas quadradas como o iPhone 13.

Conforme as informações, o S22 padrão deve usar tela OLED de 6,06 polegadas com resolução Full HD+. Por outro lado, o S22+ pode apresentar display OLED maior e mais estreito de 6,55 polegadas.

Na América do Sul, o Galaxy S22 será alimentado pelo chip Exynos 2200.Na América do Sul, o Galaxy S22 será alimentado pelo chip Exynos 2200.Fonte:  Snoreyn/LetsGoDigital/Reprodução 

Supostos detalhes do Galaxy S22

A série Galaxy S22 deve ser lançada com o processador Exynos 2200 com GPU da AMD em alguns mercados, incluindo o Brasil. Enquanto isso, os dispositivos enviados para os EUA e a China receberão o novo Snapdragon 898 da Qualcomm.

Outro detalhe encontrado em um certificado do órgão regulador chinês é que os dispositivos terão suporte para carregamento rápido de 25W. Assim, os celulares terão velocidade de carga maior do que o rival iPhone 13, mas sem evoluções em relação aos modelos atuais da Samsung.

Por fim, há indícios de que o Galaxy S22 Ultra deve ser novamente compatível para a caneta S Pen. Com isso, a marca sul-coreana pode cancelar definitivamente a linha Galaxy Note.