Samsung bate recorde de receita com ajuda de dobráveis e chips

1 min de leitura
Imagem de: Samsung bate recorde de receita com ajuda de dobráveis e chips
Imagem: Babak/Unsplash/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Nesta quinta-feira (28), a Samsung divulgou os números da receita do 3º trimestre de 2021. A marca sul-coreana atingiu 73,9 trilhões de won, valor que pode ser convertido em R$ 35,5 bilhões.

Comparado com o mesmo período em 2020, a companhia superou o recorde anterior de 66,9 trilhões de won em receita. Isso significa um crescimento de cerca de 10% ao ano, junto ao aumento de 26% dos lucros (15,8 trilhões de won).

Vendas de CPUs e memórias para empresas contribuíram com o excelente resultado financeiro.Vendas de CPUs e memórias para empresas contribuíram com o excelente resultado financeiro.Fonte:  Samsung/Divulgação 

Apesar da crise de semicondutores, a Samsung manteve a demanda de fabricação de chips de memória e processadores. Além disso, o trabalho híbrido fez com que as empresas adquirissem mais SSDs, CPUs e memórias RAM para servidores.

Atualmente, a marca detém o posto de maior fabricante de chips do mundo. Então, mesmo com os custos crescentes das matérias-primas reduzindo a margem de lucro, os altos preços dos componentes significam mais rendimento para a empresa.

Dessa maneira, os lucros da divisão de semicondutores quase dobraram em um ano. Em 2021, a receita desse setor passou de 5,54 trilhões de won para 10,06 trilhões de won.

Recém-lançada, a linha iPhone 13 usa telas OLED produzidas pela Samsung.Recém-lançada, a linha iPhone 13 usa telas OLED produzidas pela Samsung.Fonte:  Apple/Divulgação 

Líder em produção e fornecimento

A Samsung também tem o título de maior fabricante de dispositivos móveis. Então, a forte demanda por celulares dobráveis, como o Galaxy Z Flip 3 e o Galaxy Z Fold 3, teve impacto na receita do 3º trimestre de 2021.

Outro ponto significativo para o resultado financeiro foi o fornecimento de painéis OLED para grandes clientes. No caso, as telas da linha iPhone 13 da Apple e do console Nintendo Switch OLED foram produzidas pela Samsung Display.

Seguindo nesse ritmo, a marca pode esperar por mais ganhos sólidos no 4º trimestre de 2021. Tal como, a Samsung planeja focar no segmento de TVs OLED com o lançamento de novos modelos baseados em pontos quânticos.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.