Google pode lançar Pixel 6 pouco antes do evento do iPhone 13

2 min de leitura
Imagem de: Google pode lançar Pixel 6 pouco antes do evento do iPhone 13
Imagem: Divulgação/Google
Avatar do autor

Neste domingo (29), um leaker conhecido como "Panda Careca" revelou na rede social Weibo que o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro, os próximos smartphones do Googlepodem ser lançados globalmente no dia 13 de setembro.

O insider revelou uma lista de possíveis eventos com lançamentos, informando também que a conferência da Apple acontecerá no dia 15 do mesmo mês. A publicação de Panda pode estar no contexto do fuso horário chinês, o que indicaria a data 12 de setembro para o anúncio do Pixel 6 e dia 14 para o iPhone 13 no Brasil, dependendo do horário.

A data informada para o dispositivo do Google não está de acordo com um antigo vazamento realizado em julho pelo Front Page Tech, que alegava o mês de outubro. No entanto, a revelação antecipada não seria novidade, já que a empresa até apresentou detalhes oficiais do celular no começo de agosto.

Publicação de Panda Careca traduzido para o inglêsPublicação de Panda Careca traduzido para o inglêsFonte:  Reprodução/WCCTech 

Falando sobre o iPhone, uma plataforma de comércio eletrônico na China "vazou" a data de começo das pré-vendas para o dia 17 de setembro. De acordo com o site IMore, a Apple costuma realizar eventos na terça-feira, disponibilizando alguns dos produtos anunciados na sexta-feira da mesma semana, então as data dos rumores estão dentro do esperado.

A revelação de "Panda Careca" exibe uma antecipação do anúncio do Pixel 6 quando comparado ao ano passado — o modelo anterior da linha principal da Google foi apresentado ao público no dia 30 de setembro de 2020.

Vale ressaltar que as datas citadas por Panda não foram confirmadas, então as informações ainda são apenas rumores

Especificações técnicas oficiais do Pixel 6

No começo do mês, a empresa revelou que as duas variantes do dispositivo lançarão com Google Tensor, o processador próprio da empresa.

Poucas informações técnicas foram divulgadas sobre o chipset, e a companhia afirmou que o componente será capaz de "processar as tecnologias de inteligência artificial mais poderosas atualmente, além de melhorar a experiência do usuário em relação ao comando de voz, câmeras, entre outros"

Em termos de câmeras, o Google aponta para um conjunto triplo, incluindo um sensor telefoto com zoom óptico de quatro vezes no Pixel 6 Pro.  A variante "básica" terá as mesmas características, tirando o sensor especificado.

As duas versões do celular terão as mesmas ofertas de coresAs duas versões do celular terão as mesmas ofertas de coresFonte:  Reprodução/ The Verge 

Em uma entrevista ao portal The Verge, Rick Osterloh, executivo do Google, confessou que o dispositivo terá um "preço de produto premium" — o site de tecnologia Phone Arena especula o valor de US$899 ou US$999, o que seria R$4.671 ou R$5.190 em conversão direta.

A versão Pro conta com uma tela QHD+ de 6,7 polegadas com taxa de atualização de 120Hz. Por outro lado, o tradicional terá uma tela FHD+ de 6,4 polegadas e 90Hz. Os dois produtos também devem chegar com um sensor de impressões digitais sob o display.