iOS 15: quais iPhone poderão ser localizados mesmo sem bateria?

1 min de leitura
Imagem de: iOS 15: quais iPhone poderão ser localizados mesmo sem bateria?
Imagem: How To Geek/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Apresentado durante o WWDC 2021, o iOS 15 permitirá usar o App Buscar para encontrar dispositivos mesmo quando estiverem completamente desligados. Entretanto, a novidade não será compatível com todos os aparelhos da Apple.

Nesta semana, a marca divulgou a lista de modelos de iPhone que poderão ser rastreados através da nova função. Devido a limitações tecnológicas, apenas as versões citadas na lista abaixo têm o recurso:

  • iPhone 11
  • iPhone 11 Pro
  • iPhone 11 Pro Max
  • iPhone 12 mini
  • iPhone 12
  • iPhone 12 Pro
  • iPhone 12 Pro Max

iPhone 11 e modelos mais recentes serão compatíveis com o rastreamento.iPhone 11 e modelos mais recentes serão compatíveis com o rastreamento.Fonte:  9to5Mac/Reprodução 

Nova tecnologia para localização

O novo recurso do App Buscar usa a tecnologia Ultra Wideband (UWB) do chip U1 da Apple. Essa peça está presente apenas na linha iPhone 11 e nos modelos mais recentes lançados pela marca (com exceção do iPhone SE 2020).

Segundo a fabricante, os dispositivos poderão ser localizados quando estiverem no modo de reserva de energia. Assim, o rastreamento funciona mesmo se a bateria do iPhone acabar, transformando o aparelho em uma AirTag.

Além disso, a funcionalidade permite encontrar os aparelhos com o iOS 15 mesmo após uma restauração completa. Agora, a única maneira de desativar o app Buscar é removendo a conta iCloud do dono do dispositivo.

Diferença entre os dispositivos sem e com o chip U1 da Apple.Diferença entre os dispositivos sem e com o chip U1 da Apple.Fonte:  9to5Mac/Reprodução 

Evolução do Buscar

Lançada em 2019, a rede Buscar foi apresentada como um dos recursos inovadores do iOS 13. Usando o Bluetooth, o dispositivo envia a localização para outros aparelhos da marca que estejam próximos.

Dessa forma, os usuários podem rastrear o iPhone, iPad, Mac e Apple Watch mesmo quando os produtos não estiverem conectados à internet. A mesma tecnologia também é usada nas AirTags.

Segundo a Apple, os donos de antigos iPhone e iPad ainda poderão usar a rede quando o dispositivo estiver offline. Contudo, mesmo que os aparelhos recebam atualização para o iOS 15, não será possível rastreá-los quando estiverem desligados.

Fontes