10 filmes baseados em jogos de video game para esquecer

7 min de leitura
Imagem de: 10 filmes baseados em jogos de video game para esquecer
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Desde que começaram a surgir nos anos 1990, filmes baseados em games quase nunca deram certo. Poucas adaptações conseguiram agradar a crítica especializada e, principalmente, os fãs dos respectivos jogos.

Os motivos para os fracassos são diversos, desde o fato de um longa-metragem não ter tempo suficiente para contar todo um enredo, que geralmente leva horas nos video games, até as péssimas representações de personagens e criaturas.

Todavia, filmes do tipo ainda continuam sendo anunciados, mas nossa expectativa continua sendo cada vez mais baixa.

Super Mario Bros. é um exemplo de um filme baseado em game que nunca deveria ter existidoSuper Mario Bros. é um exemplo de filme que nunca deveria ter existido e foi baseado em um game. Fonte:  YouTube / Reprodução 

Confira a lista com as dez piores adaptações de games para as telonas.

10. Resident Evil: O Hóspede Maldito

O primeiro filme baseado na famosa franquia de ação e terror da Capcom criou uma expectativa enorme em jogadores e fãs da série. Estrelado por Milla Jovovich, o longa não trouxe um enredo tão fiel aos apresentados nos jogos, o que desapontou grande parte do público.

Para completar, o enredo original do longa-metragem trouxe poucas referências ao game. Apenas algumas criaturas, e a presença da Umbrella Corporation, empresa responsável por criar o vírus que transforma os mortos em zumbis. Entretanto, mal sabiam os fãs que os capítulos seguintes seriam piores do que o primeiro longa.

9. Far Cry: Fugindo do Inferno

Far Cry é uma franquia que teve seus altos e baixos. Embora o primeiro game tenha sido muito elogiado, o segundo foi um grande fracasso. Entretanto, a série ressuscitou das cinzas com Far Cry 3, que foi eleito por diversos veículos como jogo do ano em 2012.

Mas o que muita gente não sabe é que, antes dessa reviravolta, o game ganhou, em 2008, um filme baseado no enredo do primeiro jogo. Nele, um ex-soldado é levado para uma ilha onde são realizadas experiências secretas que criam soldados geneticamente modificados e outras criaturas. Além de um enredo para lá de patético, o filme ainda tem péssimas atuações e efeitos especiais de baixa qualidade.

8. Alone in The Dark: O Despertar do Mal

Alone in The Dark é uma das franquias mais antigas do gênero terror e ação, que chegou ao mundo ainda no começo dos anos 1990. Entretanto, com o lançamento do muito elogiado The New Nightmare, em 2001 , a série voltou a ganhar os holofotes e ser uma referência.

Diante de tamanha empolgação, alguém achou que seria uma boa lançar um filme baseado na famosa franquia. O resultado é um longa-metragem com um enredo bobo, péssimas cenas de combates e uma interpretação para esquecer de Christian Slater, que faz o papel do protagonista Edward Carnby. A recepção foi tão ruim que muitos veículos especializados deram nota zero (!) para o filme.

7. BloodRayne

BloodRayne não é uma franquia tão popular e aclamada como os outros títulos desta lista. Entretanto, a história do game tinha tudo para se encaixar em um bom longa metragem, principalmente em uma época na qual os filmes de vampiros eram uma moda.

O erro foi apresentar uma enredo genérico de Anjos da Noite - Underworld, que contava com atuações e efeitos especiais que passam longe do original. Isso sem falar na descaracterização da personagem, que ficou mais "amigável" do que a sua versão rebelde dos jogos.

6. King of Fighters — A Batalha Final

A franquia The King of Fighters é uma das mais aclamadas do gênero de luta. Tanto que, por muitos anos, ela era lançada anualmente nos fliperamas e sempre estava nas máquinas mais disputadas. Porém, em 2011, alguém teve uma ideia "genial" de lançar um filme sobre o universo do game.

A começar que grande parte dos jogos de luta não contam com um enredo dos mais elogiados, apenas um pretexto para diversos personagens saírem no tapa. Entretanto, o filme tenta criar a sua própria história, misturando personagens, completamente descaracterizados, de títulos diferentes, em uma confusão que eles chamam de "trama". Para completar, o final do filme traz uma batalha constrangedora na qual, sem nenhum motivo convincente, alguns lutadores usam suas roupas originais dos jogos.

5. House of the Dead

Há certos jogos cujos enredos poderiam ser bem aproveitados em um filme. House of The Dead é um exemplo. Sua história envolve policiais que vão investigar uma casa e acabam se deparando com as mais diversas criaturas demoníacas. Uma trama bem clichê para boa parte dos filmes de terror da história.

Entretanto, coube a Uwe Boll (diretor que fez grande parte dos filmes dessa lista) o trabalho de destruir o trabalho. Boll simplesmente inventou uma história sobre jovens curiosos que vão até uma ilha em busca de um “soro que evita a morte”, mas se deparam com centenas de mortos-vivos. Se não bastasse, ainda há cenas constrangedoras, como uma jovem seminua sendo assassinada por um zumbi, enquanto a câmera foca insistentemente entre as suas pernas.

4. Double Dragon

Uma febre nos fliperamas e video games no final dos anos 1980, Double Dragon fez que sua popularidade chamasse atenção de Hollywood, que parecia não estar satisfeita com o fracasso de Super Mario Bros. (que falarei mais adiante). Sendo assim, o jogo ganhou uma adaptação para as telonas totalmente descaracterizada de seu enredo.

Naquela época, os jogos não traziam um enredo rico, é verdade. Porém, no caso de Double Dragon, a história envolvia os irmãos Jimmy e Billy em busca de uma amiga sequestrada por uma gangue. Já o filme apresenta uma história em torno de um talismã que dá poderes a quem o possui. Para completar a tragédia, um dos personagens do game, o vilão Abobo, é tratado como um grande bobalhão, e termina a história indo embora de carro com os protagonistas.

3. Tekken

A franquia Tekken tem uma história digna de uma novela mexicana. É uma trama complexa que envolve filhos lutando contra pais e avós. Mas, como em todo bom jogo de luta, o importante mesmo é a briga entre personagens, independente de seus problemas familiares.

Só que resolveram levar essa trama complexa para um longa-metragem. O resultado é um filme com um dos piores roteiros da história. Para se ter uma ideia, o torneio "Punho de Ferro", que deveria ser o ponto central da trama, em certo ponto, é esquecido e deixado de lado, sem uma conclusão. Além disso, essa competição tem uma emblemática cena de luta entre Jin e Yoshimitsu, na qual o primeiro lutador usa apenas uma calça de moletom, e o segundo uma armadura de ferro que cobre todas as partes do seu corpo.

2. Street Fighter — A Batalha Final

Lançado no mesmo período do que Double Dragon, Street Fighter conseguiu ser um filme muito pior. A começar pelo protagonista, Guile, que foi interpretado por Jean-Claude Van Damme (um dos maiores astros da época). Além de nunca ter sido o principal no jogo, somente a sua tatuagem da bandeira americana se assemelhava ao personagem.

Para completar, o filme ainda conta com um Sagat esquisito, e com Ryu e Ken como meros coadjuvantes e bobalhões. Para piorar, não havia quase nenhum movimento parecido com o dos jogos, e os combates eram muito mal coreografados. Curiosamente, mesmo com uma péssima recepção, tanto da crítica como dos seus fãs, o filme fez um enorme sucesso no cinema, faturando o dobro do seu alto custo de produção.

1. Super Mario Bros.

A primeira adaptação de um jogo para um filme foi uma espécie de prelúdio que assombrou a indústria do cinema por anos. E a primeira vítima foi justamente um dos jogos mais populares de todos os tempos: Super Mario Bros.

Se você tem menos de 30 anos, agradeça aos céus por nunca ter tido a oportunidade de ver essa tragédia na Sessão da Tarde. O enredo conta a história de Mario e Luigi, dois encanadores do Brooklyn (sim, o bairro americano!), que precisam salvar a princesa Daisy e seu pai, o Rei Cogumelo, das garras do terrível Rei Koopa.

Ao contrário do mundo colorido e fofinho dos games, o filme trazia um submundo nos esgotos, com umas criaturas medonhas. Além disso, Mario e Luigi usavam armas em vez de poderes mágicos. Enfim, é uma tragédia que não merece ser vista ou, principalmente, revista por ninguém.

Na sua opinião, qual foi o pior filme baseado em um game? Conte para a gente aqui nos comentários!