Como ver o Alinhamento Planetário que acontece na próxima segunda-feira (03)

2 min de leitura
Imagem de: Como ver o Alinhamento Planetário que acontece na próxima segunda-feira (03)
Imagem: Getty Images

Na madrugada de segunda-feira, dia 3 de junho, um evento astronômico relativamente raro poderá ser visto nos céus de todo o mundo uma hora antes do nascer do Sol: um alinhamento planetário, popularmente conhecido como "desfile planetário". No caso do Brasil, um pouco antes das 5h da manhã, poderão ser vistos: Mercúrio, Marte, Júpiter, Saturno, Netuno e Urano.

Os alinhamentos planetários têm ocorrido, desde 2022, em junho, e neste ano não será diferente. Embora seja comum a presença de vários planetas no céu ao mesmo tempo, quando três ou mais se alinham em uma aparente linha reta, isso constitui um alinhamento planetário. E, quando o fenômeno envolve seis ou mais planetas, é considerado um grande alinhamento.

Na verdade, os planetas não ficam "em fila", como em uma linha reta no espaço. O espetáculo, embora belo de se ver, é uma ilusão de ótica. Ou seja, uma coincidência sob a perspetiva da Terra, devido à posição e inclinação dos planetas em suas órbitas, naquele momento específico.

Como será o alinhamento planetário do dia 3 de junho?

Representação artística do alinhamento planetário do dia 3 de junho.Representação artística do alinhamento planetário do dia 3 de junho.Fonte:  Star Walk 

Com aparência amarelada, Satuno (magnitude 1.1) será o primeiro planeta a aparecer, já no final da noite do domingo (2), e estará visível a olho nu, na constelação de Aquário. Netuno (mag. 7.9) aparecerá logo depois, na constelação de Peixes, mas como sua magnitude é maior (o que, em astronomia, significa menos brilho), só será visível através de binóculos de alta potência.

Mais tarde surgirá Marte (mag 1.0), também na constelação de Peixes, e com sua tradicional cor avermelhada. Com menor magnitude, o planeta tem mais brilho, e poderá ser observado a olho nu.

Na madrugada de segunda-feira (3), os três planetas restantes aparecerão na constelação de Touro, no horizonte leste: Urano (mag 5.8), Júpiter (mag -2.0) e Mercúrio (mag -1.4).

Urano só será visível com binóculos; Júpiter, com magnitude negativa, estará brilhante o suficiente para ser visto a olho nu; mas Mercúrio dependerá de sorte: embora tenha uma magnitude negativa, isso ocorre porque o planeta é muito próximo do Sol, que ofusca o seu brilho.

Como posso observar o alinhamento planetário?

Alinhamento dos seis planetas em 3 de junho na tela do aplicativo Sky Tonight.Alinhamento dos seis planetas em 3 de junho na tela do aplicativo Sky Tonight.Fonte:  Vito Technology 

Como ocorre com todos os eventos celestes, é aconselhável que você encontre um local com céu aberto, desimpedido de árvores ou prédios altos. Também é importante que a área seja parcialmente livre da poluição luminosa das grandes cidades.

Zonas rurais ou locais remotos podem ser boas opções. Aí é só torcer para que não ocorram nuvens nem chuvas na hora.

Embora binóculos com aumento de 7x a 10x possam ser suficientes para observar Mercúrio, Netuno e Urano, é útil ter uma aplicativo de astronomia instalado no celular, como o Sky Tonight. Com ele, será possível apontar seu dispositivo para o céu, e identificar estrelas, planetas e constelações, e controlar a hora atual.

Gostou do conteúdo? Então, fique por dentro de mais assuntos como esse aqui no TecMundo e aproveite para conhecer os 126 exoplanetas exóticos revelados em novo catálogo da NASA. Até a próxima!

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.