Saiba o que é uma superlua e como fotografar a próxima com seu celular

3 min de leitura
Imagem de: Saiba o que é uma superlua e como fotografar a próxima com seu celular
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

O termo superlua foi utilizado pela primeira vez em 1979, por um astrólogo americano chamado Richard Nolle. Ele definiu que as superluas ocorrem nas fases cheia e nova, quando a Lua está em 90% de sua aproximação total da Terra. Talvez esse tenha sido um tiro no escuro que acabou dando certo.

Apesar do bom palpite, Nolle não explicou como isso acontece. Para entendermos exatamente como a superlua ocorre, precisamos lembrar alguns fatos sobre a órbita lunar. Se você se recorda das aulas de geografia e física do ensino médio, deve se lembrar que a órbita da Lua não é circular, e sim elíptica, e que a Terra não está centrada no meio da trajetória lunar.

Sendo assim, há momentos na órbita lunar em que a Lua está mais próxima da Terra, que em seu ponto máximo é chamado de perigeu, e em outro momento, mais distante, chamado de apogeu. Essa movimentação ocorre no período de 27 dias, que corresponde ao ciclo lunar.

Durante o perigeu a Lua está a cerca de 362 km da Terra; já durante o apogeu, pode estar a 405 kmDurante o perigeu a Lua está a cerca de 362 km da Terra; já durante o apogeu, pode estar a 405 kmFonte:  Shutterstock 

Mas as distâncias entre a Lua e a Terra estão sempre se modificando, devido aos puxões gravitacionais, que ocorrem entre a própria Terra e a Lua, e também por interferência de outros planetas e o Sol. A Lua também pode estar no seu perigeu em qualquer fase, sendo minguante, crescente ou nova. Por isso, nem todas as luas cheias são superluas.

Então, para que tenhamos uma superlua, que também é chamada de Lua cheia perigeana, precisamos que os dois fatores estejam presentes: Uma lua cheia, que ocorre a cada 29,5 dias, aproximadamente, e a máxima aproximação da Lua com a Terra, que ocorre durante o perigeu.

Receita de superlua pronta, vamos às fotos!

É possível tirar fotos da superlua com o celular?

Sim, é possível. Mas as imagens feitas com o celular, ainda não têm a mesma qualidade e nitidez de um equipamento profissional. Mas com treino e a configuração correta da câmera, é possível tirar fotos satisfatórias.

Mesmo fotógrafos profissionais equipados com lentes teleobjetivas têm dificuldades para fazer a fotografia perfeita, recorrendo a composição de fotos em um tratamento posterior em um editor de imagens.

Imagem de superlua feita na cidade de Chiang mai, na TailândiaImagem de superlua feita na cidade de Chiang mai, na TailândiaFonte:  Shutterstock 

Mas existem algumas dicas que podem te ajudar a melhorar sua fotografia com o celular. Precisa de um pouco de paciência, estudo dos recursos de câmera do seu celular, e bastante treino.

Dicas de como fotografar a superlua

A fotografia noturna não é algo tão simples, pois a baixa iluminação exige um pouco mais da capacidade do aparelho, que precisa manter o obturador da câmera mais tempo aberto para captação de mais luz. Durante essa exposição, o menor movimento pode causar manchas ou rastros de luz.

Para que isso não ocorra e você tenha fotografias melhores, vamos às dicas:

  • Primeiro e mais importante: Verifique se a lente da câmera do seu celular está limpa. Superlua com marcas de digitais não dá certo;
  • Escolha um local com boa visualização. A melhor hora para tirar fotos da superlua é quando ela está subindo no horizonte, pois ocorre uma ilusão de óptica, em que a Lua parece ainda maior.
  • Pense em uma composição. A composição da imagem é importante, pois pode servir de comparativo para o tamanho da Lua, e ser mais atraente.

A composição dará uma melhor perspectiva de tamanho, deixando a imagem mais atraente.   Shutterstock A composição dará uma melhor perspectiva de tamanho, deixando a imagem mais atraente

  • Use a câmera traseira de seu celular. As câmeras dianteiras (de selfie), tem menor resolução, portanto a imagem será menos nítida;
  • Use um tripé. Com equipamento estável você evita fotos tremidas ou com rastros de luz indesejados;

O tripé é o melhor aliado para uma fotografia sem borrões.

O tripé é o melhor aliado para uma fotografia mais nítidas e sem borrões
  • Utilize modo noturno, ou programe no modo manual, e não use flash. Assim a exposição da foto fica melhor, e será mais harmônica;
  • Faça testes antes. Assim você saberá como lidar melhor com a câmera do seu celular, e se há ou não necessidade de usar um aplicativo que lhe auxilie nas fotos;
  • Use o timer para disparar a foto. Assim você evita que o celular balance no tripé;
  • Evite dar zoom. Em fotos noturnas, naturalmente há perda na qualidade da imagem, mas quando usamos o zoom da câmera do celular, a imagem pode ficar muito granulada e perder toda qualidade;
  • Você pode usar binóculos, lunetas ou lentes extras para conseguir uma aproximação maior, sem a necessidade de usar o zoom do celular.

Telefones mais modernos têm lentes melhores e um modo noturno mais refinado, o que certamente ajuda os clicks noturnos. Ainda assim, a prática e os testes antes do grande dia serão os melhores aliados.