Fotos da superlua vista do espaço são divulgadas pela Estação Espacial

1 min de leitura
Imagem de: Fotos da superlua vista do espaço são divulgadas pela Estação Espacial
Imagem: ISS/Divulgação
Avatar do autor

Na última segunda-feira (26), aconteceu a superlua rosa, momento em que a Lua na fase cheia está em seu ponto mais próximo da Terra, fazendo com que ela pareça até 15% maior e 30% mais brilhante do que o normal. Já é comum que os amantes do satélite e da astronomia se preparem para registrar o fenômeno. Mas poucas pessoas imaginam a visão que um astronauta pode ter da superlua.

Para dar um gostinho da sensação, o perfil oficial da Estação Espacial Internacional (ISS) publicou quatro fotos do fenômeno visto do espaço. As imagens foram tiradas pelos astronautas da Estação.

A última foto foi capturada enquanto a estação passava pela parte noturna do planeta. Nela, é possível ver a camada fina da atmosfera e as estrelas em volta da Terra. Para conferir mais fotos do fenômeno, acesse o link divulgado pela ISS.

O fenômeno

A sensação de que o satélite está maior acontece porque a Lua cheia atinge o chamado Perigeu, momento em que está mais próximo da Terra.  Já o termo 'lua rosa' foi criado como uma metáfora. Antigamente, os povos norte-americanos celebravam a chegada da primavera com a primeira lua cheia de abril. Isso porque a estação vinha após o inverno rigoroso na região. Por isso, os nativos tinham a tradição de comemorar a chegada das flores rosadas Phlox Subulata com a chamada "lua rosa".

Phlox SubulataA flor Phlox Subulata, que originou o nome Lua Rosa (Reprodução)

Esta foi a primeira superlua do ano. A próxima - e última de 2021 -, segundo a NASA, deve acontecer no dia 26 de maio.

Fotos da superlua vista do espaço são divulgadas pela Estação Espacial