Qual é a origem da água na Terra?

4 min de leitura
Imagem de: Qual é a origem da água na Terra?
Imagem: ESA
Avatar do autor

*Este texto foi escrito por uma colunista do TecMundo; saiba mais no final.

Pode parecer uma pergunta inesperada, mas você ja se questionou de onde vem a água do nosso planeta azul? Para cientistas da área esse foi um quebra cabeça por um tempo.

Isso porque o local que a Terra se encontra no Sistema Solar não é exatamente considerado um lugar rico em água. Na verdade, é considerado uma região de seca. Em outras palavras: a água que temos na Terra não se formou ao mesmo tempo que o próprio planeta, mas veio de algum outro lugar do Sistema Solar. A lua de Júpiter por exemplo, Europa, possui mais água que a Terra.

Vista da superfície de Europa, lua de JúpiterVista da superfície de Europa, lua de JúpiterFonte:  NASA/JPL-Caltech/SETI Institute 

Para compreendermos um pouco melhor o problema, precisamos entender como aconteceu a formação dos planetas do Sistema Solar, incluindo a própria Terra.

A partir do colapso de uma grande nuvem de gás molecular, nasceu o Sol. A maior parte do material que estava nessa nuvem primordial hoje faz parte da nossa estrela. Mas uma parte desse material sobrou. Esse restante, composto por gás e detritos sólidos, foi utilizado para formar os planetas, os cinturões de asteroides, os cometas e todos os outros corpos do Sistema Solar. De fato, o Sol sozinho representa cerca de 99% da massa de todo o nosso sistema planetário.

Com o nascimento do Sol veio a produção de energia e calor. Como consequência, os materiais mais leves e gasosos foram expulsos das partes internas do Sistema Solar para regiões mais distantes. Entre esses materias estavam os ingredientes para formar água. Não é acidental que os planetas mais próximos do Sol possuem uma composição predominantemente rochosa, com atmosferas pouco representativas. Enquanto os planetas mais distantes possuem uma composição majoritariamente gasosa. Isso se deve ao material disponível nessas regiões e, quanto mais distante do Sol, maior a presença de gases e materiais voláteis.

Então, como a água chegou aqui?

Sistema Solar em escala de tamanho dos objetos celestes (distância não está em escala)Sistema Solar em escala de tamanho dos objetos celestes (distância não está em escala)Fonte:  NASA 

A teoria mais aceita atualmente é a de que a água foi transportada por uma origem extraterrestre. Mas nada de ficção científica nem seres inteligentes. Apenas rochas. Mais especificamente, planetesimais com água congelada. Planetesimais são pequenos objetos sólidos que existiam nessa época de formação planetária. A gente entende que eles são os blocos construtores de planetas: agregando planetesimais, pouco a pouco, você forma planetas!

Próximo ao Sol seria muito quente para água existir, mas em regiões mais distantes seria possível que moléculas de água se formassem e congelassem na superfície desses planetesimais. A linha que delimita a região do Sistema Solar onde água pode condensar e formar gelo é conhecida como linha de gelo. A linha de gelo fica localizada no cinturão de asteroides moderno, antes de Júpiter. A linha de gelo também demarca a partir de quais distâncias planetas gasosos podem se formar, já que define a disponibilidade de material gasoso para tal.

Impressão artística de um sistema planetário se formando. Ao centro temos a estrela, recém-formada, cercada por detritos e gases. É possível notar um espaço vazio próximo a estrela. Representando regiões onde o material volúvel foi expulso para partes mais externas do sistemaImpressão artística de um sistema planetário se formando. Ao centro temos a estrela, recém-formada, cercada por detritos e gases. É possível notar um espaço vazio próximo a estrela. Representando regiões onde o material volúvel foi expulso para partes mais externas do sistemaFonte:  NASA/JPL-Caltech - AAS Nova 

Então, água congelada existia no Sistema Solar. Mas em regiões muito distantes da Terra. Seria necessário que planetesimais transportassem gelo para regiões internas do nosso sistema. Mas é além dessa problemática, porque o momento desse transporte também é uma questão fundamental. Se água chegasse em uma Terra muito jovem, o nosso planeta seria pequeno e com pouca gravidade para manter essa água. Em outras palavras, esse material volúvel iria evaporar e se perder, ao invés de ficar preso em uma atmosfera como hoje.

Outro problema é o evento violento que formou a Lua. A nossa Lua foi formada a partir de um impacto ultraviolento da Terra com outro planeta. Esse outro planeta recebe o nome de Theia e possuía a massa aproximada de Marte. Com esse impacto, grande parte do manto da Terra jovem se soltou e condessou a parte, formando nosso satélite natural. Se a maior parte da água chegasse na Terra antes da colisão com esse objeto, essa água poderia sido perdida nesse momento.

Por outro lado, estudos mostram que Theia possui uma composição diferente da Terra, significando que esse corpo se formou em regiões do Sistema Solar. Ou seja, a própria ultra colisão que formou a Lua pode ter sido responsável por trazer água para Terra!

Existem algumas hipóteses em como e quando a água chegou na Terra. Mas definitivamente é um evento que nos alegra, ja que sem água líquida na superfície, a vida como conhecemos não existiria!

Camila de Sá Freitas, colunista do TecMundo, é bacharel e mestre em astronomia. Atualmente é doutoranda no Observatório Europeu do Sul (Alemanha). Autointulada Legista de Galáxias, investiga cenários evolutivos para galáxias e possíveis alterações na fabricação de estrelas. Está presente nas redes sociais como @astronomacamila.