Estados Unidos começam a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19

1 min de leitura
Imagem de: Estados Unidos começam a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19
Imagem: cortex-film/Shutterstock
Avatar do autor

Equipe TecMundo

@tec_mundo

O CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos recomendou a vacina da Pfizer/BioNTech para ser usada em crianças de 5 a 11 anos de idade na terça-feira (2). A autorização era o último passo para que os imunizantes contra a covid-19 chegassem às crianças no país norte-americano.

Segundo veículos de imprensa, as doses podem começar a ser aplicadas nesta quarta-feira (3), com previsão de aumento nas buscas pelas vacinas para essa faixa etária nas próximas semanas.

"Juntos, com ciência à frente, tomamos outro passo importante na luta de nossa nação contra o vírus que causa a covid-19", disse Rochelle Walensky, médica e diretora do CDC, em um comunicado publicado na noite da terça-feira.

A Pfizer disse em comunicado que vai pedir a permissão à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para uso da vacina em crianças (5 a 11 anos) no Brasil. O pedido deve ser feito durante o mês de novembro.

Segundo a empresa, o imunizante tem taxa de proteção superior a 90% contra a covid-19 sintomática em crianças. Os dados do estudo são revisados pelas autoridades sanitárias e regulatórias antes da liberação do uso do imunizante.