Pfizer vai pedir autorização à Anvisa para usar vacina em crianças

1 min de leitura
Imagem de: Pfizer vai pedir autorização à Anvisa para usar vacina em crianças
Imagem: cortex-film/Shutterstock
Avatar do autor

A Pfizer disse nesta quarta-feira (27) que vai pedir aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para usar a vacina contra a covid-19 desenvolvida pela empresa em parceria com a BioNTech em crianças de 5 a 11 anos de idade. O anúncio, feito por meio de comunicado à imprensa, diz que o pedido deve ser feito no mês de novembro.

Na sexta (22), a Pfizer havia anunciado que sua vacina apresentou bons resultados em um estudo feito com crianças com idades entre 5 e 11 anos. Segundo a empresa, a taxa de proteção contra a covid-19 sintomática foi superior a 90%.

Taxas de eficácia de vacinas são sempre estimativas, e o nível de proteção pode variar de uma população para outra.

Na terça-feira (26), um grupo de especialistas que aconselha a FDA (Food and Drug Administration), agência regulatória dos Estados Unidos, recomendou que a agência aprove o uso da vacina da Pfizer para crianças na faixa etária estudada (5 a 11 anos). A aprovação da vacinação nos mais jovens é aguardada para as próximas semanas nos EUA.

"Covid pediátrica severa não é tão comum quanto a covid grave em adultos, mas ela acontece e não pode ser negligenciada", disse ao The Walll Street Journal o médico e pesquisador de vacinas Ofer Levy, do Hospital de Crianças de Boston, ligado à Universidade Harvard. Levy faz parte do grupo de especialistas que aconselha a FDA.

"Acho que esta vacina será efetiva para reduzir a covid pediátrica nesta faixa etária, e pode ajudar a reduzir a transmissão [do vírus]", afirmou o médico.