Nobel de Química de 2021 vai para pesquisas em criação de moléculas

1 min de leitura
Imagem de: Nobel de Química de 2021 vai para pesquisas em criação de moléculas
Imagem: Kateryna Kon/Shutterstock
Avatar do autor

Duas pesquisas semelhantes, conduzidas de maneira independente, que chegaram à criação da organocatálise assimétrica para a geração de moléculas, receberam o  Prêmio Nobel de Química de 2021. Segundo a Fundação Nobel, o novo mecanismo, desenvolvido no ano 2000, colaborou para tornar a indústria química mais 'verde'.

O alemão Benjamin List, que trabalha no Instituto Max Planck (Alemanha), e o britânico David W.C. MacMillan, da Universidade da Califórnia em Irvine (EUA), foram os responsáveis pelos estudos e vão dividir o prêmio de 10 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 6,2 milhões na cotação do dia).

NobelOs cientistas ganhadores do Prêmio Nobel de Química de 2021 (créditos: reprodução/YouTube)

A indústria depende da geração de moléculas para a criação de diversos materiais, e esse processo exige catalisadores químicos, que aceleram e controlam as reações. A organocatálise criada pelos dois pesquisadores consegue fazer isso de forma relativamente fácil e barata, e ainda gerando resíduos menos agressivos para o ambiente.

Leia Mais
- Nobel de Física: Estudos sobre clima da Terra recebem prêmio de 2021
- Nobel de Medicina vai para dupla que descobriu receptores de calor e toque
- 100 anos do Nobel de Einstein: Saiba por que o cientista recebeu o prêmio
- Prêmio Nobel: conheça a origem de uma das principais premiações mundiais

"Este conceito para catálise é tão simples quanto óbvio, e o fato é que muitas pessoas se perguntaram como não pensamos nisso anotes", afirmou Johan Aqvist, chefe do Comitê de Química do Nobel, em um comunicado da instituição.

Neste ano, os premiados em cada categoria recebem uma medalha, um diploma e dividem um prêmio de 10 milhões de coroas suecas. Sediada na Suécia, a Fundação Nobel já distribuiu mais de 600 prêmios nas áreas de Medicina, Física, Química, Literatura e esforços pela paz desde 1901.