Empresa da Noruega lança 1º cargueiro elétrico com emissão zero de carbono

1 min de leitura
Imagem de: Empresa da Noruega lança 1º cargueiro elétrico com emissão zero de carbono
Imagem: CFC/Yara Birkeland
Avatar do autor

A Yara International, uma fabricante de fertilizantes nitrogenados da Noruega, está tentando abrir caminho para se tornar “verde”, trocando toda a sua frota de caminhões pelo país por um navio cargueiro elétrico que, além de não emitir carbono para a atmosfera, navega para os seus destinos de forma totalmente autônoma.

Desde 2017, quando o governo norueguês começou a testar navios autônomos dentro de seu espaço marítimo, a Yara iniciou os planos de ter um cargueiro elétrico próprio. A tarefa foi entregue ao Kongsberg Gruppen, fornecedor de soluções de alta tecnologia para a indústria naval. Depois de alguns atrasos em virtude do ineditismo do projeto e também da pandemia da covid-19, o Yara Birkeland foi finalmente entregue em novembro de ano passado.

Embora tenha perdido o título de primeiro navio autônomo (para uma balsa finlandesa lançada em 2018), os fabricantes garantem que se trata do primeiro porta-contêineres totalmente elétrico do mundo. O maior objetivo do Yara Birkeland é reduzir as emissões de óxido de nitrogênio, um poluente altamente tóxico, e do dióxido de carbono, além de eliminar 40 mil viagens anuais de caminhões por ano.

O impacto ambiental do Yara Birkeland

Fonte: Knut Brevik Andersen/Yara/DivulgaçãoFonte: Knut Brevik Andersen/Yara/DivulgaçãoFonte:  Knut Brevik Andersen/Yara 

De acordo com os dados da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), os meios de transporte são responsáveis atualmente por 27% de todas as emissões de carbono no mundo. A maior parte delas (80%) é feita pelo transporte rodoviário, alimentado por combustíveis fósseis. Hoje, o esforço pela eletrificação de veículos atinge principalmente os setores do transporte terrestre e aéreo. Daí a importância do pioneirismo do cargueiro elétrico.

O Yara Birkeland deverá zarpar ainda neste ano, a uma velocidade de até 24 km/h, alimentado por uma bateria de 7 MWh, transportando 103 contêineres do tamanho padrão. Sua viagem inaugural será a cidade de Brevik, na costa sul do país. Sem tripulantes, o navio será monitorado por três centros de controle em terra.