Quando falamos de veículos autônomos, a primeira coisa que vem na cabeça são os carros autônomos e as novas empreitadas de companhias como a Uber, Google e muitas outras. Entretanto, trata-se de uma área muito mais abrangente. Esse é o caso do primeiro navio cargueiro completamente autônomo, elétrico e que pode substituir uma grande frota de caminhão anualmente.

O projeto está encabeçado por duas empresas norueguesas: a Yara e a International Kongsberg Maritime. Mesmo sendo 100% elétrico, você se engana caso tenha pensado que se trata de uma embarcação mais fraca: o navio conseguirá transportar 100 contêineres por até 65 milhas náuticas, que correspondem a cerca de 120 quilômetros – se pensarmos no tamanho do projeto, trata-se de uma autonomia bem grande.

O navio conseguirá percorrer 120 quilômetros com mais de 100 contêineres 

A maior vantagem de uma embarcação desse porte pode trazer é a economia com viagens de caminhões. Se tudo der certo, o cargueiro pode substituir cerca de 40 mil viagens de carretas anualmente. Atualmente, a Yara usa 100 viagens diárias de caminhões, algo que pode ser facilitado por conta do navio. O começo do período de testes começa no ano que vem, mas a embarcação deve começar a operar com força total em 2019.