Intel desenvolve controlador criogênico para computação quântica

1 min de leitura
Imagem de: Intel desenvolve controlador criogênico para computação quântica
Imagem: Marieke de Lorijn/Reprodução
Avatar do autor

A Intel anunciou, nesta quarta-feira (12), que achou uma solução para resolver um gargalo de interconexão de computadores quânticos. A solução promete deixar a computação quântica ainda mais escalável, promovendo um avanço prático da tecnologia.

De acordo com uma publicação em seu site oficial, a Intel explicou que a descoberta já foi publicada na revista científica Nature, uma das mais importantes do mundo. A solução foi desenvolvida em conjunto com a empresa QuTech, que surgiu em uma colaboração entre a Delft University of Technology e a Netherlands Organization for Applied Scientific Research.

O equipamento desenvolvido se chama "Horse Ridge", uma peça criogênica que consegue realizar um controle de alta fidelidade de vários qubits de silício. Ele é revolucionário porque os gargalos de interconexão surgem por causa da diferença entre a temperatura dos chips quânticos e os complexos eletrônicos.

IntelA foto mostra o chip controlador Horse Ridge montado em uma placa de circuito

Enquanto os chips precisam ficar em temperaturas baixíssimas, em espécies de "geladeiras quânticas", que diminuem as perturbações do ambiente, os complexos eletrônicos ficam em temperatura ambiente.

Com a utilização do Horse Ridge, que é um FinFet (Fin Field Effect Transistor) low power de 22 nanômetros, é possível realizar esse controle criogênico de uma maneira menos complexa.

Além do controlador, a Intel também disse que conseguiu controlar 2 qubits (bit quântico) com apenas um cabo de radiofrequência. Anteriormente, era necessário um cabo específico para controlar cada qubit especificamente. Por isso, a descoberta foi importante porque ficaria inviável usar um cabo para cada qubit, pensando na escalabilidade futura da computação quântica e no aumento no número qubits nas operações.

IntelRefrigerador de diluição utilizado pela Intel

“Juntas, essas inovações pavimentam o caminho para a integração total de chips de controle quântico com o processador quântico no futuro, levantando um grande obstáculo no dimensionamento quântico”, afirmou Stefano Pellerano, engenheiro da Intel.

Intel desenvolve controlador criogênico para computação quântica