Perseverance envia as primeiras imagens de Marte

1 min de leitura
Imagem de: Perseverance envia as primeiras imagens de Marte
Imagem: NASA/JPL-Caltech/Divulgação
Avatar do autor

Depois de quase sete minutos mal respirando, os técnicos e cientistas do centro de comando da missão Perseverance, da NASA, irromperam em aplausos quando as primeiras imagens de Marte surgiram no grande telão: o rover, levando em sua barriga o drone Ingenuity, havia pousado em segurança na superfície do planeta vermelho.

As duas primeiras imagens enviadas pelo Perseverance, ao pousar na superfície de Marte.As duas primeiras imagens enviadas pelo Perseverance, ao pousar na superfície de Marte.Fonte:  NASA TV/Reprodução 

Ao contrário das outras missões que alcançaram Marte na mesma época (as sondas Hope, dos Emirados Árabes Unidos, e a chinesa Tianwen-1 da China), que agora orbitam o planeta, o Perseverance foi lançado para descer diretamente à superfície – o que ele fez às 17h48 (horário de Brasília), quando avisou ao comando da missão, no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, que estava entrando na fina atmosfera marciana, a quase 20 mil km/h.

Durante sete minutos, a sonda manobrou para pousar com suavidade (o que a NASA rezava para que acontecesse) no ponto escolhido – mais tempo que leva os sinais de rádio transmitidos chegarem à Terra, que é de 11 minutos. Quando os aplausos irromperam pela sala até então silenciosa do centro de operações da missão, o Perseverance já estava na superfície marciana há quatro minutos, intacto, funcional e enviando as primeiras imagens de Marte.

Sinais de vida

O Perseverance vai investigar sinais de vida em Marte. O rover deve percorrer cerca de 20 quilômetros da superfície do planeta durante cerca de dois anos, procurando vestígios de vida no delta de 3,5 bilhões de anos do rio que desaguava no lago que ocupava a cratera Jezero, há milhões de anos.

.  NASA/NYT/Jonathan Corum/Reprodução 

Para isso, ele vai perfurar o solo e coletar amostras de rochas, acondicionando-as em tubos estéreis selados que serão devolvidos à Terra para análise em 2026 por uma futura missão ao planeta.

Com um projeto semelhante à do rover Curiosity, que agora está estudando a cratera Gale, o Perseverance carrega, em seu interior, o Ingenuity, o primeiro helicóptero robótico projetado para voar em outro planeta: serão 30 dias marcianos (31 na Terra) de testes. Ele deve voar cinco vezes durante o mês de testes em solo marciano – cada voo deverá ter a duração entre três a cinco minutos, alcançando altitudes entre três a dez metros e distâncias de até 300 metros.

Perseverance envia as primeiras imagens de Marte