Covax doará 2 bilhões de doses de vacinas contra covid-19

1 min de leitura
Imagem de: Covax doará 2 bilhões de doses de vacinas contra covid-19
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

A Covax, iniciativa global que visa distribuir vacinas contra o novo coronavírus de maneira equitativa entre todos os países, anunciou nesta sexta-feira (18) a ampliação da oferta para 2 bilhões de doses do imunizante, praticamente dobrando o fornecimento previsto inicialmente. As entregas devem começar no primeiro trimestre de 2021.

Formada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a GAVI Alliance (Fundação Bill e Melinda Gates) e a Aliança Mundial para Vacinas e Imunização, a Covax pretende distribuir pelo menos 1,3 bilhão de doses até o fim do próximo ano, todas elas financiadas por doadores parceiros do consórcio.

A prioridade no recebimento será para 92 países de baixa e média renda elegíveis, mas o consórcio garantiu que atenderá todas as 190 economias participantes do programa ao longo de 2021, imunizando pelo menos 20% da população nestes estados. As entregas serão feitas conforme as aprovações por parte das agências reguladoras e dependerá também da preparação dos países para recebê-las.

A doação incluirá vacinas produzidas por vários laboratórios.A doação incluirá vacinas produzidas por vários laboratórios.Fonte:  Pexels 

Para o diretor-geral da OMS Tedros Adhanom Ghebreyesus, a chegada das vacinas representa uma “luz no fim do túnel” para a população mundial. Mas ele ressaltou que as pessoas não devem substituir os cuidados necessários para evitar a disseminação da covid-19 com a chegada do imunizante: “Devemos continuar a usar todos eles”, afirmou.

Vacinas que serão oferecidas pela Covax

Entre as vacinas que serão distribuídas por meio da Covax, já estão garantidas 170 milhões de doses do imunizante produzido pela parceria AstraZeneca/Oxford, 500 milhões da vacina da Johnson e 200 milhões da vacina Sanofi/GSK, além de versões fabricadas por outras farmacêuticas.

A iniciativa também poderá incluir na oferta, em breve, os tratamentos desenvolvidos pela Moderna, Novavax, CureVac, Inovio, Clover Biofarmacêutica e Instituto Pasteur/Merck, algumas delas ainda em fases iniciais de testes clínicos.

O Brasil é um dos 190 países que solicitaram participação no programa, devendo receber 42,5 milhões de doses por meio do consórcio, a princípio.

Covax doará 2 bilhões de doses de vacinas contra covid-19