Os principais eventos astronômicos do mês de outubro

2 min de leitura
Imagem de: Os principais eventos astronômicos do mês de outubro
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

Chuva de meteoros, Lua Azul, lançamento da nova missão da SpaceX e da NASA rumo à Estação Espacial Internacional (ISS). Estes são alguns dos eventos astronômicos que vão acontecer em outubro, mês cheio de atrações para quem gosta de olhar para o céu.

O ano de 2020 tem sido interessante para os amantes da astronomia. Já tivemos Superlua, eclipse anular do Sol e o cometa Neowise, sem falar nos registros de meteoritos explodindo no céu.

Nas missões espaciais, aconteceu a primeira viagem tripulada da SpaceX e os lançamentos do rover Perseverance, que vai procurar vida em Marte, junto com o helicóptero Ingenuity, e da missão chinesa Tianwen-1, cujo destino também é o Planeta Vermelho.

O que vem por aí

Confira, a seguir, o calendário astronômico de outubro.

1º de outubro

No primeiro dia, teremos Lua cheia e Mercúrio na sua maior elongação a leste, uma boa oportunidade para observar o planeta.

7 e 8 de outubro

A chuva de meteoros Dracônidas estará visível entre as 18h e as 21h, próximo ao noroeste, na direção da Constelação do Dragão. O pico ocorre no dia 7 e é essencial se livrar da poluição luminosa para vê-la.

Duas chuvas de meteoros acontecem em outubro.Duas chuvas de meteoros acontecem em outubro.Fonte:  Pixabay 

13 de outubro

Querendo observar Marte? O planeta será o terceiro objeto mais brilhante no céu noturno, nesta data. Isso se deve à sua posição mais próxima da Terra e à luz solar iluminando totalmente a sua face. Basta olhar rumo ao leste, a partir das 19h.

Marte estará em um dos momentos de melhor visibilidade do ano.Marte estará em um dos momentos de melhor visibilidade do ano.Fonte:  Pixabay 

14 de outubro

Com partida prevista para 14 de outubro, a missão Soyuz MS-17 vai levar dois cosmonautas russos e uma astronauta americana à ISS.

20 de outubro

A espaçonave OSIRIS-REx da NASA tem uma importante missão nesta data: pousar na superfície do asteroide Bennu e coletar amostras da rocha espacial. O material colhido por ela deve chegar à Terra em 2023.

A missão OSIRIS-REx terá momentos decisivos nos próximos dias.A missão OSIRIS-REx terá momentos decisivos nos próximos dias.Fonte:  NASA/Divulgação 

21 e 22 de outubro

Outra chuva de meteoros que acontecerá neste mês é a Oriônidas. O pico ocorre entre os dias 21 e 22, melhores datas para observar os detritos deixados pelo cometa Halley, olhando em direção à constelação de Órion, a partir das 22h45.

No dia 22, ainda teremos a conjunção da Lua com Júpiter, mais cedo, e com Saturno, depois.

29 de outubro

A conjunção entre Lua e Marte é a atração, podendo ser vista após o pôr do Sol.

31 de outubro

O último dia do mês terá Urano em oposição ao Sol, ficando em seu ponto mais próximo ao nosso planeta, propiciando uma visualização detalhada, e a aguardada Lua Azul, que acontece de dois em dois anos.

Insígnia oficial da missão Crew-1.Insígnia oficial da missão Crew-1.Fonte:  NASA/Divulgação 

Outro evento do dia é o lançamento da missão Crew-1 (se não houver um novo adiamento). O foguete Falcon 9 vai decolar da Flórida, levando três astronautas americanos e um japonês a bordo da cápsula Crew Dragon. Eles devem ficar na ISS durante seis meses.

Apps que ajudam nas observações

Alguns dos eventos astronômicos de outubro poderão ser observados a olho nu, dependendo das condições climáticas e da sua localização. Neste caso, é possível contar com uma ajuda tecnológica para encontrar os objetos no céu.

Os apps Stellarium, Google Sky Map, Star Chart e SkyView são boas alternativas para auxiliar na sua observação.

Os principais eventos astronômicos do mês de outubro