Missão chinesa a Marte: o que se sabe sobre a Tianwen-1

1 min de leitura
Imagem de: Missão chinesa a Marte: o que se sabe sobre a Tianwen-1
Imagem: CNSA/Divulgação
Avatar do autor

A China está se preparando para lançar a sua primeira missão a Marte, intitulada Tianwen-1. Faltando poucos dias para a decolagem, não se sabia quase nada a respeito dela, porém um artigo publicado na revista Nature Astronomy, na última semana, revelou detalhes até então mantidos em segredo.

O texto escrito por membros da equipe da missão afirma que ela levará uma sonda orbital, um módulo de aterrissagem e um rover. Quando chegar à órbita marciana, a espaçonave estudará o planeta do alto, durante 2 ou 3 meses, até pousar na região da Utopia Planitia, mesma área onde desceu a Viking 2 da NASA, em 1976.

Quando entrar em ação, o rover da Administração Espacial Nacional Chinesa (CNSA), que tem 2 metros de diâmetro e pesa 240 kg, vai analisar as características do solo de Marte, utilizando um radar de exploração subterrânea. Ele também fará a análise da composição do material da superfície e as características do clima nesta parte.

Equipamentos que farão parte da missão chinesa.Equipamentos que farão parte da missão chinesa.Fonte:  Nature Astronomy/Reprodução 

Já o orbital ficará encarregado de mapear a morfologia e a estrutura geológica marciana, além de medir a ionosfera e os campos eletromagnético e gravitacional, segundo o artigo. Ele também será o responsável por fornecer a comunicação com o veículo que estará se movimentando pelo solo do planeta.

Quando será lançada?

A data de lançamento da Tianwen-1 não foi divulgada pela CNSA, mas rumores apontam que ela ocorrerá até o final de julho, com possibilidade de acontecer por volta do dia 23. Também não está descartada a decolagem no início de agosto.

Ela partirá rumo ao Planeta Vermelho impulsionada por um foguete Long March 5, decolando do Centro de Lançamento Espacial de Wenchang, na ilha de Hainan. A previsão de chegada ao destino é em março de 2021, quando também estarão por lá a missão Hope Mars, dos Emirados Árabes Unidos, e a Mars 2020, da NASA.

Missão chinesa a Marte: o que se sabe sobre a Tianwen-1