Após voltar de asteroide, sonda japonesa retornará ao espaço

1 min de leitura
Imagem de: Após voltar de asteroide, sonda japonesa retornará ao espaço
Imagem: JAXA
Avatar do autor

A espaçonave japonesa Hayabusa2 está retornando à Terra, após colher amostras de rocha espacial do asteroide Ryugu. Porém, a Agência de Exploração Aeroespacial Japonesa (JAXA) está avaliando uma nova missão para a nave robótica: voltar ao espaço, orbitar outro asteroide e colher mais amostras.

Conforme um comunicado à imprensa divulgado pela JAXA nesta quarta-feira (30), tão logo a Hayabusa2 faça o “delivery” das amostras do Ryugu, o seu novo destino será o asteroide 1998 KY26, que deverá ser atingido somente no ano de 2031.

A extensão da missão em uma outra decorre de uma combinação de dois fatores: primeiramente, o motor da espaçonaves ainda contém cerca de metade do seu combustível; e, em segundo lugar, a nave não vai precisar pousar na Terra para entregar as amostras.

Uma cápsula cheia de pedaços de asteroide irá, simplesmente, deslizar pela atmosfera terrestre e pousar no despovoado Outback australiano em 6 dezembro.

A missão no asteroide Ryugu

gif

Lançada em dezembro de 2014, a Hayabusa2 chegou ao Ryugu em junho de 2018, e permaneceu um ano estudando a grande rocha espacial. A sonda retornou ao nosso planeta em novembro de 2019, mas, durante o seu retorno, os engenheiros japoneses perceberam que a nave principal poderia “despachar” a cápsula para a Terra, e continuar suas aventuras espaciais.

A missão em Ryugu teve como objetivo auxiliar os cientistas a utilizar a compreensão dos minerais do asteroide para estudos da origem e evolução da Terra e do sistema solar.

A nova missão

Fonte: Kitt Peak National Observatory/ReproduçãoFonte: Kitt Peak National Observatory/ReproduçãoFonte:  Kitt Peak National Observatory 

Novo destino da Hayabusa2, o asteroide 1998 KY26 é uma rocha de rotação rápida, que orbita o Sol entre a Terra e Marte, cortando de vez em quando o caminho do nosso planeta em sua viagem de 1,37 ano. O asteroide tem cerca de 30 metros de diâmetro e leva apenas 10,7 minutos para girar em torno de seu eixo, conforme a JAXA.

Além de colher amostras, a missão estudará a luz zodiacal, um brilho causado pela luz refletida na poeira do sistema solar.

Fontes

Após voltar de asteroide, sonda japonesa retornará ao espaço