Nuvem gigantesca reaparece sobre o vulcão de Marte

1 min de leitura
Imagem de: Nuvem gigantesca reaparece sobre o vulcão de Marte
Imagem: ESA
Avatar do autor

Uma misteriosa nuvem alongada reapareceu sobre o Arsia Mons, vulcão marciano que tem 20 quilômetros de altura, e está sendo acompanhada pelo Mars Express — orbitador da Agência Espacial Europeia. Pode parecer novidade, mas o fenômeno foi detectado pela primeira vez em 2009, e as imagens reveladas nesta semana mostram que ele continua firme e forte – mesmo que não seja constante.

Ao contrário do que os mais ansiosos podem pensar, não parece que isso esteja ligado a alguma atividade vulcânica, já que a última vez em que o Arsia esteve ativo foi há cerca de 50 milhões de anos, segundo a NASA. A suspeita, nesse caso, é que a nuvem seja composta de gelo e água, fluindo pelos lados inclinados da montanha em questão.

Nuvem se forma todos os anos sobre vulcão marciano.Nuvem se forma todos os anos sobre vulcão marciano.Fonte:  ESA 

Os registros foram capturados em 17 e 19 de julho pela câmera de monitoramento visual do equipamento e sugerem que ela tem 1,8 mil km de comprimento, variando de acordo com a época do ano. Por exemplo, durante o solstício no hemisfério sul de Marte, equivalente a 21 de dezembro na Terra, a nuvem cresce por algumas horas por dia e desaparece logo depois.

Jorge Hernandez-Bernal, autor principal de um estudo em andamento sobre o fenômeno, afirma: "Ela se forma todos os anos durante essa temporada e se repete por 80 dias ou mais, seguindo um ciclo diário rápido. No entanto, ainda não sabemos se as nuvens são sempre tão impressionantes".

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Nuvem gigantesca reaparece sobre o vulcão de Marte