Quem nunca se maravilhou assistindo ao nascer do Sol — vendo como o nosso Astro-Rei vai gradualmente “pintando” o céu com uma variedade belíssima de cores? E você já se perguntou como seria o alvorecer em outros planetas?

Os astrônomos conseguem prever mais ou menos como eles seriam em outros mundos considerando fatores como composição atmosférica, distância que eles se encontram da nossa estrela, inclinação sobre o próprio eixo, órbita etc. Mas... como temos exploradores espaciais em atividade em Marte neste momento, os cientistas não precisam fazer nenhuma estimativa para saber como o nascer do Sol é no Planeta Vermelho!

Tudo o que os astrônomos precisam fazer é tratar as imagens que esses laboratórios ambulantes capturam da superfície marciana e enviam aqui para a Terra. Um exemplo de alvorecer em Marte é esse que você pode ver a seguir e que foi compartilhado no Instagram pela NASA:

Missão exemplar

De acordo com a agência espacial, a imagem foi clicada pelo explorador Opportunity, que foi construído para durar apenas 90 sols — ou dias marcianos. No entanto, no final de semana, o rover completou nada menos que 5 mil sols no Planeta Vermelho, superando, de longe, todas as expectativas dos responsáveis pela missão!

Rover OpportunitySuperando todas as expectativas (SlashGear)

A imagem que você viu foi registrada no dia 15 de fevereiro, data em que a Opportunity completou 4.999 sols em Marte, e ela revela quais são as cores que provavelmente seriam vistas se estivéssemos no Planeta Vermelho para assistir ao nascer do Sol com nossos próprios olhos.

Segundo a NASA, a imagem consiste em uma combinação de três capturas separadas realizadas pela câmera panorâmica — Pancam — montada no explorador, uma com os filtros ajustados na frequência de 601 micrômetros (vermelho), 535 micrômetros (verde) e 482 micrômetros (azul).

Depois, as exposições foram processadas pelo pessoal da Texas A&M University — para que aspectos como saturação, brilho e possíveis reflexos fossem corrigidos —, mas nem todos os “defeitos” foram corrigidos, uma vez que é possível ver elementos na imagem resultantes de fotografar o alvorecer com a lente empoeirada da Opportunity.

Quer ver como seria um alvorecer em Marte? via Mega Curioso