Cientistas criam microrrobô impressionante inspirado em baratas

1 min de leitura
Imagem de: Cientistas criam microrrobô impressionante inspirado em baratas
Imagem: Universidade do Colorado
Avatar do autor

Uma novidade tecnológica anunciada por pesquisadores da Universidade Harvard pode não ter sete saias de filó, mas corre, pula e aguenta cargas pesadas, além de ser extremamente ágil. Trata-se de um novo minirrobô inspirado em baratas e que tem metade do tamanho de uma moeda, um dos equipamentos mais hábeis já desenvolvidos.

Kaushik Jayaram, cientista responsável pela novidade e professor da Universidade do Colorado, explica que robôs dessa escala normalmente são simples e têm funções limitadas, o que não é o caso do HAMR-JR, apresentado virtualmente na Conferência Internacional de Robótica e Automação 2020: "Mostramos que não é necessário comprometer destreza ou controle em favor do tamanho".

Conheça o HAMR-JR, microrrobô com habilidades impressionantes.Conheça o HAMR-JR, microrrobô com habilidades impressionantes.Fonte:  New Atlas 

Tamanho não é documento

Criar algo do tipo foi mais fácil do que parecia. Os membros da equipe se perguntaram qual era a possibilidade de aplicar o processo de PC-MEMS (abreviação de sistemas microeletromecânicos de circuito impresso) em diversas escalas, tanto cirúrgicas quanto industriais. Por meio dele, os componentes são gravados em uma folha 2D e, em seguida, destacados em sua estrutura 3D. Os responsáveis apenas reduziram o design da folha 2D do robô — com os atuadores e o circuito integrado — para criar um modelo menor com as mesmas funcionalidades dos maiores.

"A parte mais incrível desse teste foi que não tivemos que mudar coisa alguma do design anterior. Provamos que o processo pode ser aplicado em basicamente qualquer dispositivo e em vários tamanhos", comemorou Jayaram.

Menor que uma moeda!Menor que uma moeda!Fonte:  Universidade do Colorado 

A aparente facilidade, entretanto, não tira o mérito da conquista. O HAMR-JR tem impressionantes 2,25 centímetros e pesa apenas 0,3 grama, atingindo a velocidade de até 14 vezes o comprimento de seu corpo por segundo, o que o torna um dos microrrobôs mais rápidos existentes.

Uma vez que a redução de escalas afeta todas as funcionalidades, modelos capazes de prever métricas de locomoção também foram criados e podem ser ajustados a diversas especificações. Robert Wood, coautor do estudo, comemorou os avanços: "Esse novo robô demonstra que temos uma boa compreensão dos aspectos teóricos e práticos da redução de robôs complexos usando nossa abordagem de montagem dobrável".

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Cientistas criam microrrobô impressionante inspirado em baratas