De acordo com o Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT), cerca de 3,5 mil norte-americanos engolem pequenas baterias acidentalmente a cada ano. Não sabemos exatamente como tantas pessoas conseguem mandar uma pilha para dentro sem querer, mas, de qualquer forma, a própria instituição educacional resolveu desenvolver uma solução curiosa para contornar esse problema de saúde pública.

Em parceria com a Universidade de Sheffield e com o Instituto de Tecnologia de Tóquio, pesquisadores do MIT criaram o robô minúsculo que você vê no vídeo acima. Uma vez deglutida pelo usuário (ela é compactada dentro de uma cápsula para essa finalidade), a máquina se movimenta dentro do estômago do paciente e remove qualquer objeto estranho que ele tenha engolido — incluindo as “saborosas” baterias de relógio.

Os responsáveis pelo projeto acreditam que, no futuro, o robô poderá ganhar novas funções e ser capaz de até mesmo realizar cirgurgias simples de forma autônoma. De qualquer forma, o MIT só não explicou direito como é que esse pequenino amontoado de peças elétricas deve ser retirado do corpo após concluir o seu trabalho — será que precisaremos usar um segundo robô para resgatar o primeiro?

Você teria coragem de engolir um robô minúsculo para que ele limpasse seu estômago? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: