A HP Enterprise vai enviar um supercomputador da Terra até o espaço na próxima semana. A responsável por fazer o carreto entre o Cabo Canaveral e a Estação Espacial Internacional (EEI) será a SpaceX, e a intenção do projeto inusitado é ver como essas máquinas gigantescas e poderosas podem se sair sob as duras condições impostas pelo espaço.

Comumente, as máquinas da EEI tem um ciclo de vida bastante curto, o que obriga as agências espaciais a enviarem novos notebooks constantemente para lá. Além disso, o grosso do processamento de dados é feito todo aqui na Terra, algo que atrasa bastante o desenvolvimento de pesquisas porque a transmissão de dados entre o solo e a Estação ainda é bastante lenta.

O supercomputador utiliza software inteligente que o torna mais adaptável às condições do espaço

Assim, diante dos planos da humanidade de ir cada vez mais longe no espaço, o ideal é que esse processo se tornasse mais ágil de alguma forma, por isso a tentativa de experimentar o uso de supercomputadores direto da EEI. Para esta aventura espacial, o computador Spaceborne Computer foi desenvolvido com um software capaz de se autoajustar para identificar erros gerados pelo ambiente e tentar prolongar a durabilidade do equipamento.

A supermáquina que vai para a Estação Espacial Internacional foi construída em parceria entre a HPE e a Nasa, é baseada em servidores Apollo 40 e roda uma versão não especificada do Linux. O lançamento acontece no dia 14 de agosto às 2h31 (horário de Brasília) e será transmitido ao vivo pelo canal da SpaceX no YouTube.

Cupons de desconto TecMundo: