Quem acompanha as notícias sobre automóveis aqui no TecMundo já deve ter visto o nome da chinesa Faraday Future em algum momento: seja quando eles lançaram seu conceito de supercarro, o FFZERO1, ou quando eles anunciaram sua superfábrica de US$ 1 bilhão de dólares para rivalizar com a Tesla nos Estados Unidos, ou ainda quando eles criaram seu próprio transformador de energia.

Pois bem, como toda boa montadora envolvida com veículos elétricos, eles também vão participar da terceira temporada da Formula E junto com a Dragon Racing e mostraram durante esta semana a pintura de seu carro, que está simplesmente maravilhoso:

A pintura foi batizada de “Polarity” (ou “Polaridade” aqui do nosso lado da rua) e faz todo o sentido, já que consiste na transição entre as linhas brancas e pretas que compõem o logo da fabricante. E não é só uma pintura bonitinha não: tem conceito por trás de tudo.

A ponta branca simboliza a energia limpa, retirada de uma série de fontes renováveis. A parte preta, por sua vez, é a expressão de uma "performance poderosa, assertiva e refinada que os pilotos terão atrás do volante".

Não para por aí. A transição entre as cores opostas é para representar a oposição de forças polares que geram o movimento de uma onda eletromagnética – que, ironicamente (ou não), resultou na criação do motor elétrico.

É... Hipnótico e muito bonito ao mesmo tempo. Se a Faraday Future e a Dragon Racing não vencerem alguma corrida, pelo menos o consolo é que eles tem um dos (senão o) carros mais bonitos do grid.

Falando em vencer corridas, a terceira temporada da Formula E vem recheada de novidades: além da estreia da Faraday Future, que pretende usar o período para se adaptar antes de começar a fornecer o hardware para sua equipe, a McLaren já foi escalada para desenvolver baterias mais eficientes para a categoria.

A Dragon Racing, parceira da montadora chinesa na empreitada, foi uma das equipes fundadoras da Formula E e foi vice-campeã na primeira temporada da competição. Ela é comandada por ninguém menos que Jay Penske, filho da lenda do automobilismo norte-americano Roger Penske.

A Formula E, por sua vez, vem sendo vista como o futuro do automobilismo e berço da evolução das tecnologias que são embarcadas nos veículos elétricos, como baterias e sistemas de conectividade. Os carros são padronizados, então todas as equipes usam o mesmo modelo: um Spark-Renault SRT_01.