A Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) teve várias ferramentas de vigilância de massa reveladas pela WikiLeaks ao longo das últimas semanas. São gadgets e malwares voltados para explorar vulnerabilidades de roteadores, invadir smartphones e até controlar computadores — você pode saber mais sobre isso clicando aqui. Porém, uma coisa é notável: a capacidade da CIA de dar nomes imbecis para ferramentas e malwares. Canguru Brutal? Vamos lá, caras, sejam mais maduros.

Seriam otakus os hackers da CIA?

Como notou o pessoal do The Next Web, alguns nomes ganham até crédito pela criatividade e pelo fator humor — como se invadir a vida de cidadãos respaldados pela lei fosse algo a se fazer graça. Porém, outros nomes mostram apenas como os programadores que trabalham para a CIA, às vezes, beiram a infantilidade, apesar do conhecimento técnico absurdo.

Abaixo, você conhecer os melhores e os piores nomes escolhidos pela CIA para batizar os malwares utilizados. Acompanhe.

  • Canguru Brutal

O "Brutal Kangaroo" é um malware que infecta dispositivos via porta USB usando táticas de esteganografia. Agora, o motivo de usar canguru? Simplesmente porque os dados roubados do PC/notebook "pulam" para o pendrive espetado.

Uma foto que lembra anime para alegrar os hackers otakus da CIA

  • Anjo Chorão

Este é o malware WeepingAngel que tem como alvo as smartTVs da Samsung, permitindo que a CIA acesse o microfone integrado na TV. No show Doctor Who, os Anjos Lamentadores são estátuas que se mexem e atacam pessoas — será que tem ligação?

  • Lugia, Starmie, Totodile, Flaaffy, Steelix, Dugtrio e Spearow

É sério isso: os profissionais da CIA são fascinados por Pokémon. Boa parte dos malwares possuem nomes dos monstrinhos do desenho animado. Legal, né? Não.

  • Espirro de panda

Os caras simplesmente pegaram o nome de um dos melhores vídeos na internet (Panda Sneeze) e usaram em um malware que invade a privacidade das pessoas. Que vergonha, CIA.

Os caras difamaram um dos melhores vídeos da internet

  • Tempura

Seriam otakus os hackers da CIA? Veja só: memes, pokémons e tempura. É a combinação matadora. No caso, sendo mais específicos, o "Tempura" é usado mais pela GCHQ, que fica no Reino Unido e analisa o tráfego de rede de cabos submarinos. Bom, mas vale a menção.

Cupons de desconto TecMundo: